Transparência e conhecimento levam confiança ao ciclista, afirma o mecânico de bicicletas mais bem avaliado no Selo de Qualidade

Para ser um mecânico de bicicletas com credibilidade e que passa confiança ao ciclista, é preciso antes de tudo se preparar e se capacitar. Assim, com o conhecimento técnico e prático adquiridos é possível solucionar os problemas dos ciclistas, desde os mais corriqueiros aos mais complexos. E é com a transparência e conhecimento que Hebert Luis Moreira Neto, atual campeão do ranking Selo de Qualidade, passa algumas dicas, para os mecânicos profissionais.

Para o mecânico da Entre Trilhas, de Minas Gerais, a capacitação profissional traz um novo olhar sobre a profissão: o jeito correto e assertivo para realizar um determinado serviço, a maneira certa de manusear as ferramentas e o aprimoramento das técnicas em cada processo e etapa da mecânica de bicicleta.

Dicas para os mecânicos de bicicleta

“Acho fundamental manter a área de trabalho sempre limpa, organizada e o com as ferramentas bem dispostas, posicionadas de acordo com sua utilização, para facilitar o processo de manuseio delas, por exemplo”, explica Hebert.

Outra coisa que Hebert lembra é a importância do conhecimento técnico e do uso dos manuais dos produtos, peças e componentes de bicicleta. “Não é vergonha nenhuma olhar o manual técnico, ele é extremamente necessário, já que mostra as particularidades de cada marca. E a gente precisa seguir à risca as indicações dos fabricantes”, comenta o melhor mecânico do mês de abril.

Ele ainda reforça: “nós mecânicos temos que ser transparentes com os nossos clientes, que confiam seus equipamentos em nossas mãos. E, com o conhecimento que absorvemos nos cursos temos a obrigação de sempre alertar um desgaste ou algo quem possa se tornar um problema futuro”.

Aos colegas de profissão, Hebert também aconselha focar bem no pós-venda: “essa parte é primordial, também. Eu sempre ligo e pergunto se a bike continua respondendo bem, se a suspensão e freios continuam rodando bem. Acho que faz toda a diferença, mostra preocupação com o cliente”, finaliza.

A capacitação profissional elevou o patamar de Hebert, que se tornou um profissional capaz de solucionar os problemas que chegam à sua oficina da melhor forma possível, oferecendo resultado, segurança e confiança aos ciclistas.

E você, já pensou em se capacitar no segmento de mecânica de bicicleta?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *