“Ganhar o Selo de Qualidade melhorou a minha vida até financeiramente”

Dono de uma oficina de bicicletas em Curitiba, Iedo de Carvalho teve várias atitudes que o fizeram mudar de vida nos últimos anos. A mais marcante foi quando decidiu deixar de ser analista de logística para trabalhar com o que ama: a bicicleta. Outra aconteceu em agosto de 2018, quando ficou em primeiro lugar no ranking Selo de Qualidade, que avalia atendimento e serviço e classifica mensalmente o melhor mecânico de bikes do Brasil.

Em janeiro de 2019 Iedo mais mais uma vez, através dos votos dos ciclistas, ficou em primeiro entre todos os mecânicos do território nacional. Para ele a conquista vai muito além do reconhecimento: o faturamento dele cresceu em cerca de 40% desde que ele conquistou o topo do ranking pela primeira vez.

“Depois de ganhar em agosto de 2018 deu uma disparada no número de clientes, no número de ciclistas que leva a bicicleta pra mim. Além da visibilidade de estar entre os melhores mecânicos de bicicleta do Brasil, houve uma melhora significativa em relação aos meus rendimentos. Posso dizer que minha oficina está em fase de crescimento, muito graças a ficar em primeiro no Selo de Qualidade”, comenta ele.

Como começou a mudar de vida

A primeira mudança de Iedo foi quando ele decidiu trabalhar com bike. Ciclista desde os 14 anos, ele não era completamente satisfeito trabalhando na área de logística – mesmo tendo um emprego considerado bom. Nesta época, lendo um artigo no site Bikemagazine, decidiu conhecer melhor a Escola Park Tool.

“Achei que era hora de mudar de vida e que este poderia ser um caminho pra mim, já que eu sempre gostei de pedalar. Fazer os módulos de capacitação da Escola Park Tool foi a melhor escolha pra mim na época”, explica.

CONHEÇA OS CURSOS DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL E MUDE DE VIDA TAMBÉM

Já formado em administração, a primeira mudança na vida de Iedo foi fazer o curso de formação da Escola Park Tool. Em seguida começou a atender ciclistas de Curitiba-PR, especialmente praticantes de mountain bike. Outro fator decisivo para mudar de vida foi a satisfação pessoal depois de começar na nova profissão.

“Não dá pra comparar a minha satisfação de hoje da época em que trabalhava com logística. Hoje eu faço o que gosto, todo dia eu vou trabalhar feliz pelo que faço. E financeiramente tenho o retorno suficiente pra uma vida tranquila”, explica.

“Pedalei a minha vida inteira, mas depois da faculdade de Administração ingressei em empregos da área. Entrei num ciclo de trabalho e meio que larguei a bike por quase 8 anos. Quando fiz o curso da Escola Park Tool e comecei a trabalhar com bike, foi a melhor coisa que fiz pra mim mesmo”, complementa.

A oficina

Quando iniciou o próprio negócio, a YoBike, Iedo colocou uma meta: ter 300 clientes em carteira. Hoje, menos de 5 anos depois, tem mais de 350 clientes em carteira e pelo menos 115 totalmente fieis, que periodicamente levam as bicicletas para ele cuidar.

“Quando eu iniciei a oficina a renda era bem mais baixa do que hoje, o que é natural. Foi degrau a degrau, com conhecimento e qualificação, que fui tendo mais credibilidade”, conta.

Hoje, a YoBike é Centro Técnico Autorizado de diversas marcas mundialmente conhecidas, como Magura, Sram, RockShox, Shimano e Suntour.

Quer mudar de vida também? Venha para a Escola Park Tool, garanta sua qualificação e tenha a vida que sempre quis, trabalhando com o que gosta.

Selo de qualidade: melhores mecânicos do Brasil em 2018 falam da importância da iniciativa para o mercado

Em janeiro de 2018 a Escola Park Tool criou uma iniciativa que visa valorizar os mecânicos de bicicleta do Brasil, gerando reconhecimento do mercado e elevando o nível do trabalho prestado aos clientes apaixonados por bikes. Um ano depois, o ranking Selo de Qualidade comprova sua eficácia, levando qualidade e um bom serviço aos ciclistas. Ao mesmo tempo que valoriza o trabalho dos mecânicos de bicicleta profissionais, transformando suas vidas e carreiras.

Mês a mês, o ranking do Selo de Qualidade é atualizado, estabelecendo assim o melhor mecânico de bicicletas do Brasil a cada mês. E é partir de avaliações dos próprios clientes que o resultado é obtido. O mecânico que acumula mais pontos pela qualidade de serviço e atendimento oferecidos vence e tem benefícios, tangíveis e intangíveis.

Tangíveis pois tem a oportunidade de participar de eventos e competições de ciclismo, conquistando ainda prêmios pelo conhecimento e trabalho, e lucrando ainda mais com seu negócio. Intangíveis porque estar no topo ou perto dele, aplicando da melhor forma o conteúdo que aprendeu, traz credibilidade e reconhecimento do mercado. Enquanto isso, eleva a qualidade do segmento e aumenta a confiança do ciclista e consumidor.

Veja, na visão dos vencedores do Selo de Qualidade de 2018, o que mudou para eles e por que essa iniciativa é e continuará sendo importante no ciclismo, seja na carreira do mecânico, na vida do ciclista e para a saúde do segmento.

Selo de Qualidade | Vinicius Oliveira

Selo de Qualidade | Vinicius Oliveira

Vinicius Oliveira, mecânico da Vini Bike, em Itapeva-SP, pentacampeão do ranking

“O desenvolvimento da profissão de mecânico está ligado diretamente à experiência que passamos todos os dias nas lojas e oficinas resolvendo problemas diversos. Foi com os cursos da Escola Park Tool que consegui melhorar a qualidade dos serviços que presto, ajudando muito no meu crescimento e também no aprendizado da carreira”.

Graças à minha formação de mecânico profissional na Escola Park Tool tenho recebido elogios de muitas pessoas e também convites para participar de eventos e provas de MTB. Inclusive, em maio fui convidado pela Shimano para participar do apoio neutro mecânico em uma ultramaratona, na Serra da Canastra, em Minas Gerais”.

Selo de Qualidade | Diego Hertel

Diego Hertel, mecânico da D’Bike, em São Bernardo-SP, quatro vezes campeão do ranking

“Essa iniciativa nos ajuda a avaliar e divulgar ainda mais os nossos serviços, servindo como motivação para continuar realizando um atendimento diferenciado e de qualidade e ser reconhecido e valorizado no mercado. O resultado foi consequência dos atendimentos e serviços diferenciados, e da divulgação que fiz para todos meus clientes sobre o ranking e a importância de fazer a avaliação no site da Escola”.

Ele também fala da experiência de ter feito parte da equipe de mecânicos do Big Biker, na etapa de Itanhandu-MG. Este foi um dos prêmios que ganhou ao ser campeão do ranking Selo de Qualidade.

“A experiência foi incrível! O trabalho de mecânico durante uma prova requer muito conhecimento de marcas e modelos de bikes, medidas, etc. Devemos estar sempre atentos a tudo isso, mas estava tranquilo pois os módulos da Escola Park Tool ajudaram muito nesse quesito. Se não tivesse feito este curso, jamais seria capaz de fazer o que fiz no Big Biker”.

 

Selo de Qualidade - Iedo de Carvalho

Selo de Qualidade – Iedo de Carvalho

Iedo de Carvalho, mecânico da YoBIke, em Curitiba-PR, campeão do ranking

“Acho que a iniciativa é de fundamental importância para divulgar o trabalho dos mecânicos e levar confiança aos ciclistas, aparecer junto aos clientes. Para mim foi muito bom e aumentou demais minha clientela e a minha credibilidade, até porque participei do Desafio Mecânico no Shimano Fest, dando mais visibilidade ainda. Um bom resultado no Selo de Qualidade demonstra e comprova que o investimento na capacitação vale a pena, é o reconhecimento”.

Ao enxergar alguns problemas no atendimento e prestação de serviços de mecânica, resolvi buscar conhecimento para tentar mudar essa realidade. Se não fosse a Escola, não teria a base de conhecimento para entrar no mercado”.

 Selo De Qualidade | Hebert M. Neto

Hebert Luis Moreira Neto, da Entre Trilhas, em Ouro Preto-MG, campeão do ranking

“Não só para o mecânico quanto para a loja ou oficina, o ranking ajuda muito! Você ganha credibilidade, passa confiança ao ciclista, que pode procurar dentro do site da Escola um mecânico próximo a ele e perfeitamente capacitado para cuidar da sua bicicleta. Para mim foi uma grande surpresa ter sido reconhecido e alcançar o topo com tão pouco tempo. Mas devo reconhecer que é fruto de um trabalho em equipe e fruto também da divulgação do nosso Selo após a conclusão de algum serviço ou reparo”.

 

Viu só como o Selo de Qualidade é importante? Com ele o mecânico tem um feedback contínuo do seu trabalho, o que irá estimular o profissional a sempre se atualizar no campo de mecânica e até de gestão de negócios. Para o ciclista, ter uma gama grande de mecânicos profissionais oferece segurança e confiança, além de um serviço bem prestado.

Por isso a importância do próprio profissional em divulgar o Selo e incentivar os clientes a fazerem a avaliação do trabalho mecânico. Assim, todo mundo ganha, aquecendo o mercado e elevando ainda mais a qualidade dos serviços de mecânica de bicicleta.

“Transformei meu hobby em minha profissão”, diz o melhor mecânico de bicicleta do ranking Selo de Qualidade

 

O ranking que avalia o melhor mecânico de bicicleta do país tem um novo campeão do mês: em novembro ninguém fez um trabalho melhor do que Hebert Luis Moreira Neto. Mecânico da Entre Trilhas, em Minas Gerais, ele foi até a Escola Park Tool buscar a profissionalização. Formou-se e encontrou o reconhecimento do trabalho.

“Não imaginava que teria meu trabalho reconhecido, com tão pouco tempo de atuação profissional como mecânico de bicicleta formado, então foi uma surpresa e tanto. Devo reconhecer, também, que este prêmio é fruto do trabalho em equipe que temos na loja”, disse o hoje mecânico de bicicleta profissional Hebert.

Ele conta, também, que a empresa onde trabalha foi crucial neste momento da vida, pois deu todo o suporte para ele se capacitar no Curso de Formação Profissional da Escola Park Tool. Esta é prova de que as empresas estão se conscientizando da importância que é ter um profissional realmente capacitado e certificado, ainda mais por uma das principais instituições de ensino do segmento. Afinal, ter um profissional com um diploma na mão pode ser um grande diferencial para quem tem uma oficina de bicicletas.

Transformei meu hobby em minha profissão

“Sempre tentava consertar, desde pequeno, as minhas bicicletas e as dos meus amigos. Gostava muito de ajustar os freios da bike, foi o primeiro sistema que procurei entender para eu mesmo arrumar, depois a relação de marchas e por aí foi, mas até então fazia apenas por hobby. Hoje transformei meu hobby na minha profissão, trabalhando com o que realmente amo”, comemorou Hebert, que antes de atuar como mecânico de bicicleta, trabalhava em uma concessionária.

Hebert também destacou a estrutura e a qualidade da grade dos cursos oferecidos pela Escola, que contam, segundo ele, “com ótima didática, excelentes instrutores, sempre dispostos a tirar dúvidas e dedicados no atendimento. Além disso, oferecem o contato 100% com as ferramentas e bicicletas para a evolução do aprendizado”.

Planos para o futuro

Formado, certificado e reconhecido, Hebert sabe que não pode parar: “Não dá para parar de aprender, o aprendizado é diário, sempre tem algo novo surgindo!”

Como o conhecimento é algo que se renova, ele pretende manter a qualidade e progredir, mantendo-se sempre atualizado e focado no seu crescimento profissional.

“Desejo botar, ao longo da minha carreira, o sorriso no rosto dos nossos clientes, sejam os antigos que retornam ou os novos que estão por vir, pois se eles depositam a confiança no nosso trabalho, é nosso dever deixá-los satisfeitos”

 

E você, pronto para arrancar sorrisos, trabalhar com o que ama e ter o mesmo entusiasmo do Hebert? Faça como ele, busque a capacitação que o reconhecimento vem de forma natural. Acesse https://goo.gl/c88S2Z e se inscreva em um dos nossos cursos.

Melhor mecânico do Brasil dá 3 dicas para você aplicar na rotina da sua oficina de bicicleta

Pela quarta vez ele chega ao lugar mais alto do pódio, no ranking que permite aos ciclistas avaliarem o serviço dos mecânicos profissionais, o Selo de Qualidade. Diego Hertel, campeão em fevereiro, abril e setembro, deu continuidade ao bom trabalho e conquistou posto de melhor mecânico de bikes do Brasil também em outubro. Conversamos com ele e pedimos algumas dicas do campeão para você aplicar em sua oficina de bicicleta e ser reconhecido pelos seus clientes. Confira:

Mantenha sempre a oficina limpa e organizada, principalmente a bancada e o chão

Uma das coisas que o curso profissionalizante da Escola Park Tool ensina é a questão da limpeza e organização na sua oficina de bicicleta. Afinal, a primeira impressão é a que fica, certo? Diego compreendeu a importância e aplicou as ideias no dia a dia da sua oficina, o que se mostrou um verdadeiro diferencial.

“A limpeza mostra muito do jeito do profissional e o cuidado que ele tem. Além disso, manter a bancada bem organizada, sem bagunça, ajuda muito nos processos de ajustes. O chão principalmente deve estar muito limpo, pois ajuda, inclusive a encontrar alguma peça que tenha caído”, comentou o mecânico da oficina D’Bike, de São Bernardo do Campo-SP.

Organize as ferramentas de acordo com o serviço que irá realizar

No curso que concluiu, Diego também aprendeu a ter mais praticidade no trabalho, facilitando os serviços de reparo e manutenção. Por isso, outra dica que ele compartilha para quem trabalha numa oficina de bicicleta é: organiza diariamente a sua bancada de ferramentas.

Ao separar as ferramentas de acordo com o seu uso e deixando-as agrupadas, perto uma das outras, você pode ter um desempenho muito melhor na sua rotina, realizando os processos de forma mais ágil. Além disso, deixa a bancada de ferramentas mais bonita e visualmente agradável.

Por exemplo: se for realizar um ajuste nas rodas, deixe as ferramentas para isso próximas e ao seu alcance. O mesmo acontece com ferramentas de movimento central ou qualquer que seja o seu foco e especialidade.

Ouça e entenda as necessidades do seu cliente

Trabalhar numa oficina de bicicleta exige conhecimento, qualificação e, além de tudo isso, especializações e um ótimo atendimento. Foi a soma desses fatores, não por acaso, que colaboraram para que Diego Hertel chegasse ao topo do Selo de Qualidade quatro vezes em 2018.

“O bom mecânico deve ouvir atentamente o cliente para entregar a melhor solução mecânica a ele. E, por isso, o curso de capacitação faz total diferença, junto com as especializações, que deixam o profissional ainda mais preparado. Com o conhecimento dos manuais de uso de cada fabricante é possível ter a confiança necessária e estar capacitado para realizar qualquer serviço, entregando um serviço de qualidade aos ciclistas”, explicou o mecânico do mês de setembro.

E aí, o que achou das dicas do campeão do Selo de Qualidade? Quer melhorar o seu serviço e atendimento e ser reconhecido no meio bike como um mecânico de confiança? Busque a capacitação, assim como fez Diego, e quem sabe você pode ser o próximo melhor mecânico do Brasil.

O que faz um mecânico ser 5 vezes campeão do Selo de Qualidade?

Cinco vezes campeão do ranking Selo de Qualidade, iniciativa da Escola Park Tool que avalia o serviço e atendimento do mecânico de bicicletas brasileiro, Vinicius Oliveira se consolida na ponta como o maior vencedor até agora. Mas a que se deve esse reconhecimento pelo seu trabalho e por que ele está há tanto tempo no topo do ranking? Seus clientes comentam os diferenciais e explicam o porquê.

Honesto, sempre disponível e muito organizado

Nas palavras de Diego Diniz, paulista de Itapeva – mesma cidade que fica a Vini BikeShop, loja do Vinicius -, os maiores predicados do mecânico formado na Escola Park Tool são a honestidade no atendimento, a disponibilidade para atender os clientes sempre que possível e o ambiente da loja/oficina que é sempre limpo e organizado.

“Cheguei até o Vinicius por ter tido problemas em outas oficinas, que não cumpriam o que prometiam. Fiquei decepcionado com alguns serviços, mas quando conheci o trabalho do Vinicius, virei cliente fiel. Não levo para outro lugar. Ele é sincero no que diz, trabalha de forma honesta, mexendo somente no que é necessário. Por isso, só levo minha bicicleta na Vini BikeShop e ainda indico os serviços dele para todos meus amigos que pedalam”. É o que disse Diego, que possui uma bike speed e uma MTB, e pedala há quatro anos como hobby.

Ele ainda destaca a organização da loja e limpeza da oficina, além do conhecimento de Vinicius: “como pedalo com grupo XT, preciso de alguém especialista, que tenha muito cuidado. E o Vinicius tem um serviço de excelente qualidade. A loja é sem igual, com uma bancada de ferramentas incrível, limpeza impecável. Ainda é possível ver sua bike sendo ajustada”.

Conhecimento, sinceridade e ajuste perfeito

Para o bancário Marcos Roel Gonçalves, que tem nas pedaladas o seu momento de lazer, seja nos trechos urbanos ou em trilhas mais rurais, Vinicius é, acima de tudo sincero. Esse lado humano, claro, aliado ao conhecimento comprovado e o ajuste perfeito são os grandes diferenciais do mecânico de bikes de Itapeva.

“Ele não força nem empurra nada que você não precise”, comenta o ciclista que leva sua bicicleta há 3 anos para a Vini BikeShop.

“Hoje em dia não tem mais espaço para o mecânico que faz gambiarra e que fica empurrando uma compra pra você, que fica inventando problemas para ganhar dinheiro. E o legal do Vinicius é que, além de estar evoluindo dia a dia, ele é muito atencioso, entende o que o ciclista precisa. Seu conhecimento é muito grande e, por isso, vem conquistando o reconhecimento nesse ranking. Seu ajuste é perfeito, nota 10!”, completa Marcos.

 

Com mais de 316 avaliações que definiram como “ótimo” o serviço e atendimento, Vinicius Oliveira foi o grande campeão do ranking do mês de julho, no Selo de Qualidade.

Em sete meses desde que o Selo foi instituído pela Escola Park Tool, Vinicius esteve no topo do ranking por cinco vezes. Será que ele mantém o topo do pódio também em agosto?

Selo de Qualidade: Diego Hertel é o vencedor do ranking da Escola Park Tool em abril

Mecânico profissional formado na Escola Park Tool, Diego Hertel está novamente no topo do ranking do Selo de Qualidade promovido pela instituição de ensino. Este ano ele já ocupou a primeira posição no mês de fevereiro e, novamente, alcançou o topo do ranking em abril. É a prova que, esforço, capacitação e trabalho duro, são capazes de gerar reconhecimento pelo seu ótimo trabalho e, por isso, voltou a primeira posição do ranking de mecânicos do Brasil.

Nós da Escola Park Tool entramos em contato para parabeniza-lo e fizemos algumas perguntas sobre o seu feito. Segundo o Diego, a Escola Park Tool proporcionou uma mudança total na sua atuação, migrando dos clientes que utilizam a bicicleta sazonalmente para clientes que são ciclistas de fato.

“O curso é responsável por eu estar onde estou hoje, o curso abriu a minha mente para tudo, para o que é o ciclismo de fato, a profissionalização abriu portas para atingir o mercado dos ciclistas, não apenas as pessoas que andam de bike de vez em quando, me tornando assim um profissional referencia no que faço”, explicou o primeiro colocado do ranking do Selo de Qualidade.

Para Diego, o conhecimento técnico é muito importante, mas não só isso. Ele reconhece que, para o cliente ficar realmente satisfeito com o serviço prestado, a qualidade do serviço tem que vir acompanhada de um ótimo atendimento.

E é isso que ele faz a todo momento, procura atuar com a maior excelência possível em todas as etapas do processo. Desde o momento em que o cliente realiza o primeiro contato até a entrega da bike, ele considera a qualidade do serviço e atendimento fundamentais para a sua conquista do selo de qualidade.

Esse esforço em proporcionar uma experiência de serviço e atendimento agradável aos seus clientes faz Diego buscar sempre a capacitação e conhecimento sobre as novas tecnologias do mercado de bicicletas. “Sempre me atualizo de novas tecnologias, e os próprios clientes reconhecem essa capacitação em constante evolução como um diferencial.”

Da pra entender porque o Diego está novamente no topo do ranking dos mecânicos de bicicleta, não é mesmo? Com esforço, conhecimento e trabalho árduo todos os nossos alunos têm a chance de conquistar essa posição.

Esta foi uma forma que a Escola Park Tool encontrou para recompensar nossos alunos, que são excelentes profissionais, elevando sempre o patamar de excelência dos serviços prestados.

E se você tem dúvida se vale a pena o esforço, Diego enfatiza: “Independente do Selo, meu objetivo é prestar um ótimo serviço desde o atendimento inicial até a entrega da bike ao cliente. Mas, claro, o ranking do Selo de Qualidade é um estímulo para fazer um agrado a mais ao cliente e garantir mais essa conquista.”