“A crise me fez refletir e fui atrás de um curso de capacitação para otimizar meu negócio”

Ele é ex-piloto de downhill e administra a Bike Tech Jardins desde 2005, tendo iniciado sua trajetória como empresário ainda em 1993, quando adquiriu sua primeira loja. Com mais de 30 anos dedicados ao meio bike, há quem possa achar que é tempo o bastante para não precisar se capacitar ou estudar. Mas Caetano Zammataro pensa diferente: por isso, buscou um curso de capacitação em mecânica de bicicletas, afinal, quanto mais conhecimento do seu negócio e mais capacitado o profissional, melhor. 

Por ter uma experiência como piloto e ciclista urbano, Caetano pôde observar alguns “buracos” e carências no mercado de bikes. “Vindo do outro lado, tinha uma visão sobre o que faltava para o consumidor. Apesar disso, quando iniciei minha trajetória como empresário, cometi muitos erros, ainda mais num mercado instável como o nosso”, explica ele. 

O que fez buscar o curso de capacitação? 

Os erros, sabemos, fazem parte de qualquer negócio e é natural que eles aconteçam. Sem eles, inclusive, é impossível saber quais caminhos ou estratégias podem ser evitados. E quando a crise bate, então… 

Caetano acredita que uma crise econômica é uma ótima oportunidade de avaliar o que tem sido feito nos negócios e na gestão, assim como ajuda e incentiva a pensar em novas soluções e estratégias para uma empresa, seja uma loja ou oficina mecânica. 

“Quando a fase não estava tão boa, com altos e baixos, refleti muito sobre meu negócio e percebi que faltava um cuidado e uma preocupação maiores com os processos internos e os procedimentos dos serviços que prestamos. Foi aí que me deu o estalo para buscar um curso de capacitação”, comenta o empresário paulistano. 

“Queria aprender a parte teórica de algo que conhecia apenas na prática, através da experiência no pedal”, reforça. E foi assim que ele chegou até a Escola Park Tool, se inscrevendo no Curso de Formação Profissional e encontrando o que buscava: processos, padronização, conhecimento sobre gestão da empresa e, claro, muita mão na massa. 

E Caetano lembra um fato marcante sobre o aprendizado que teve: “Me arrependo de não ter buscado a capacitação antes. Para se ter uma ideia, eu achava que sabia trocar um pneu da forma certa. Mas em todos esses anos de bicicleta sempre havia feito o procedimento errado. Foi no curso da Escola Park Tool que aprendi o jeito certo e adequado, respeitando as normas e os processos. Isso te desconstrói: você não pode achar que sabe tudo, tem que ter humildade para querer aprender e crescer. E foi o que fiz, eu estava lá disposto a aprender!” 

O que mudou depois da capacitação… 

Caetano afirma, também, que sua vida profissional mudou muito após o curso. Assim como a sua visão de negócios. “Estudando a minha empresa, cheguei à conclusão que minha oficina era um produto a ser explorado, pelo potencial dela. E foi o curso de capacitação da Escola que abriu a minha visão e transformou minha forma de gerir e pensar no meu negócio”, lembra ele. 

Foi com a capacitação que ele conseguiu trabalhar como mecânico oficial da RAAM (Race Across America), – o curso de capacitação profissional garante diploma internacional válido em todos os países do mundo – ficando responsável pelos ajustes antes e depois das etapas, sentido a pressão de uma das provas mais árduas do ciclismo.  

Além disso, ele ainda cita 3 coisas que foram transformadas para melhor dentro da sua loja, localizada no bairro do Jardins, em São Paulo: 

  • Gestão da oficina; 
  • Gestão de preço e custos de mão de obra; 
  • Otimização de tempo e tarefas graças aos processos que aprendeu durante o curso 

 

E você, precisando dar uma otimizada no seu negócio? Quer saber mais sobre gestão e processos e se tornar um profissional ainda mais capacitado e especialista no que faz? Faça igual ao Caetano e vire o jogo, vá atrás da capacitação. Só quem tem a ganhar é você, sua loja ou oficina e, acima de tudo, o seu cliente. Entre em contato e conheça nossos cursos. 

O que procurar numa escola de mecânicos de bicicletas?

O sucesso profissional é algo mutável e variável. Cada pessoa busca a felicidade de uma maneira, seja pela condição financeira, por trabalhar com o que gosta ou pela qualidade de vida. Se você é um apaixonado por bikes e sonha ter tudo isso, a carreira de mecânico pode ser uma opção. Já pensou em ingressar numa escola de mecânicos de bicicletas.

Num mercado cada vez mais exigente, empatia, capacitação e competência são características que podem fazer muita diferença. Mas e agora, por onde começo? Não se preocupe. Separamos 5 dicas do que procurar numa escola de mecânicos de bicicletas para lhe ajudar nessa empreitada. Veja abaixo:

1- Estrutura

São 500 m² disponíveis para os alunos, espaço suficiente para duas salas de aula, copa, cozinha, bancadas de trabalho e ainda uma área de lazer para arejar um pouco entre as aulas. Uma estrutura que já formou mais de 4.500 alunos ao redor do mundo. Quer saber mais? Veja o texto que fizemos com todos os números da instituição.

escola-park-tool001

2- Preparação teórica e prática

Cursos de suspensões com as melhores opções do mercado (Fox, SR Suntour, X Fusion, Rock Shox, e Manitou*), aulas sobre freio hidráulico, canote hidráulico, rodas, relação, grupo eletrônico di2 da Shimano e cubo de marcha interno, por exemplo. Conteúdo que vai do amador ao profissional em que os alunos recebem toda a base teórica para depois encarar a parte prática. E mais: eles encaram mais de 40 horas de estágio em oficinas ou lojas para aprender na prática como é a rotina de um negócio.

*A escola de mecânicos de bicicletas, Escola Park Tool, é única instituição da América Latina com instrutores com capacitação internacional. Seguimos padrões internacionais de ensino e ferramental atualizado (ano 2017).

3- Material de trabalho

São mais de 1.800 ferramentas disponíveis para os alunos. Sabe o que isso significa? Pode trabalhar individualmente sem ficar revezando. Nas aulas de suspensões e rodas, por exemplo, cada aluno tem o seu item de trabalho em sala. Nas aulas em que vai trabalhar com a bicicleta inteira, as atividades são feitas em duplas. Na Escola Park Tool, o aluno está sempre aprendendo e nunca fica parado.

escola-park-tool004

Afinal, de que adianta o conhecimento teórico sem ferramentas de trabalho, certo?

4- Oportunidade de começar

É a única escola de mecânicos de bicicletas com uma agência de emprego virtual formatada exclusivamente para o mercado. Qualquer empresa do segmento, seja ela loja, distribuidora, importadora, fabricante ou mídia, pode cadastrar sua vaga no site e qualquer profissional cadastrado pode encontrar uma vaga ou oportunidade de trabalho. Para saber mais, acesse o link.

5- Construir uma carreira trabalhando com o que se gosta

Qual é a procura do mercado por um mecânico capacitado? Como está a situação para tentar começar meu próprio negócio? Quanto ganha um mecânico de bicicletas capacitado hoje? Sugerimos ideias de negócios, consultoria, parcerias para que a formação e tudo o que o aluno aprendeu não se perca. Mais do que um ex-aluno, nosso objetivo é criar uma rede de colaboradores que evoluam junto com o mercado e criem novas oportunidades.

escola-park-tool003

Gostou? Todos esses tópicos são trabalho da Escola Park Tool. Percebeu como ela pode mudar a sua vida profissional na prática?

Aqui funciona assim: entregar o diploma, apertar a mão do aluno e desejar boa sorte não é o suficiente. É preciso acompanha-lo para que ele abra portas para novos profissionais. Não basta falar que é a melhor, é preciso fazer o melhor. Isso é mudança.

Entre no site www.escolaparktool.com.br ou veja no Facebook www.facebook.com/escolaparktool.

Mercado de bicicletas ganha “agência de emprego” virtual

Um espaço único em que profissionais à procura de uma oportunidade e empresas com vagas abertas se encontrem – sem custo, sem sair de casa e de maneira simples. É este o objetivo da Escola Park Tool, que criou uma plataforma online que funciona como uma agência de empregos virtual, exclusivamente para o mercado de bicicletas.

Especialista na formação e capacitação de mecânicos de bicicleta, a escola desenvolveu este projeto para unir duas pontas: a empresa que busca um profissional capacitado e o profissional que quer uma oportunidade de emprego.

Um diferencial desta agência de empregos virtual é que ela foi formatada exclusivamente para o mercado de bicicletas. Qualquer empresa do segmento, seja ela loja, distribuidora, importadora, fabricante ou mídia, pode cadastrar sua vaga no site. Para quem quiser visualizar as vagas disponíveis ou cadastrar as vagas de emprego, basta acessar o link.

Para Henrique Zompero, fundador da Escola Park Tool no Brasil, esta iniciativa tem como objetivo preencher uma lacuna do segmento.

“A gente que trabalha com bicicleta sabe que encontrar o profissional certo é uma das dificuldades do nosso mercado. Seja para encontrar um mecânico de bicicletas ou um vendedor, encontrar pessoas qualificadas é um desafio. Por outro lado, existem muitos profissionais com qualificação que não ficam sabendo de vagas de emprego que poderiam ser a oportunidade certa parra eles”, comenta.

Quer saber mais sobre os cursos da Escola Park Tool? Entre no site www.escolaparktool.com.br ou veja no Facebook www.facebook.com/escolaparktool.

Carreira: 6 modelos de negócios para o mecânico de bicicleta

A Escola Park Tool é a primeira instituição especializada na formação, capacitação e qualificação em mecânica de bicicleta na América Latina. Já são mais de 2 mil alunos formados. Mas todos atuam como mecânicos em oficinas? Não. Existe uma infinidade de segmentos que um profissional pode seguir ao adquirir o conhecimento e a certificação internacional da instituição.

Mais do que entregar o diploma, a Escola Park Tool se preocupa em oferecer ao apaixonado por bicicleta a oportunidade de trabalhar com o que ele realmente ama. Quer saber como? Veja abaixo:

1- Bike café

Uma tendência onde o ciclismo urbano é forte, os bikes cafés são pontos de encontro entre ciclistas. É uma alternativa, caso você seja uma pessoa que tenha o sonho de trabalhar no setor de alimentação. O ciclista pode deixar a bicicleta no seu estabelecimento e aproveitar para tomar um café enquanto espera o reparo ser feito. Bem legal, não é mesmo?

“Quando fiz o curso da Escola Park Tool aprendi a atender melhor o meu cliente. Não basta você arrumar a bicicleta. Você precisa buscar o diferencial, dar o diagnóstico e, se possível, avisá-lo antes de um problema maior”, comenta Eriston dos Santos, ex-aluno, mecânico e sócio da Vento a Favor Ciclo Café.

2- Bike Delivery

Rotinas aceleradas em grandes cidades pode ser mais comum do que a gente imagina. As pessoas tem cada vez menos tempo para cuidar da sua bicicleta. Às vezes, o ciclista prefere mandar a bike para a revisão no fim de semana, quando a oficina está cheia. Aí entra o diferencial do Bike Delivery. Buscar a magrela na casa do cliente, fazer os reparos e devolvê-la novinha. Pode ser uma nova carreira para um mecânico de bicicletas.

“Nesse meio, muitos são mecânicos pela prática, mas não têm a teoria. Na escola, eles oferecem essa base que faz toda a diferença quando você entre no mercado de trabalho”, afirma Felipe Wada, ex-aluno da Escola Park Tool e dono de uma oficina que presta serviços delivery.

3- Carreira Internacional

Existem muitos países que o mecânico de bicicletas é uma profissão extremamente valorizada. Por isso, a Escola Park Tool possui alunos formados em mais de seis nações diferentes. Um desses ex-alunos é Rodrigo Notaro, que abriu uma oficina em Sidney (Austrália).

“Trabalho três vezes por semana. Mesmo assim uso muito o conhecimento que adquiri na Escola Park Tool não só no meu trabalho, mas também todos os dias nas bicicletas que monto ou conserto”, contou.

Exemplo clássico: ao formar-se na escola, o conhecimento passa a ser do aluno, assim como o nosso certificado que é reconhecido internacionalmente. Com tudo em mãos, basta criar coragem para encarar esse novo desafio.

4- Consultoria

Já tem formação profissional? Por que não unir esse conhecimento com o conteúdo aplicado na Escola Park Tool? Um de nossos alunos, Bruno Uehara formou-se em arquitetura pela USP, mas não se adaptou ao mercado. Profissional muito talentoso e um verdadeiro apaixonado por bicicletas, ele terminou o curso de formação profissional e veio trabalhar dentro da escola como consultor.

Hoje, Bruno orienta os profissionais a organizarem sua loja, deixando-a mais bonita e aproveitando melhor o espaço utilizado. O trabalho de consultoria é bem valorizado, mas o profissional deve ter aquele espírito empreendedor e sempre vontade de aprender. Se você não tem esse perfil, não tem problema. Temos outras indicações…

5- Oficina

Ter em mãos um certificado de mecânico de bicicletas é o primeiro diferencial para quem planeja abrir sua própria oficina. Além de todo conteúdo teórico e prático, a Escola Park Tool se preocupa em ensinar o aluno a atender e entender o cliente. Isso faz com que o profissional saiba mais do que encontrar a solução para o problema. Ele aprende a alertar o ciclista sobre prevenções, evitando gastos desnecessários em manutenção no futuro.

“Depois que voltei de São Paulo, consegui reestruturar a oficina e comecei de verdade o trabalho. Não tenho dúvidas que o curso só me fez aprender mais e crescer profissionalmente”, disse Leonardo Amante, ex-aluno que abriu sua própria oficina em Recife-PE.

6- Loja

Abrir sua própria loja também é uma opção. Ao entender melhor sobre o mecânica, o lojista terá mais conhecimento na hora comprar ou vender um produto. Isso sem falar que ele poderá orientar seus funcionários (mecânicos ou vendedores) e clientes a passar a informação correta.

“Sempre quis abrir a minha loja, mas eu precisava conhecer de verdade sobre a bike. Eles formalizam o jeito de trabalhar com a bicicleta. Os padrões e organização, além das ferramentas adequadas em cada situação. Realmente foi ótimo e pude adquirir o conhecimento necessário para aplicar em minha oficina”, comentou Guilherme Oliveira Moreira – abriu a própria loja em Barbacena-MG.

Esses são só alguns exemplos. Imagine que tem muito mais. Gostou? Então, fique de olho nas novidades da Escola Park Tool! Entre no site www.escolaparktool.com.br ou veja no Facebook www.facebook.com/escolaparktool.

Capacitação: o diferencial para a sua oficina de bike

Capacitação: ação ou efeito de qualificar. Para quem quer ser posicionar bem no mercado, seja ele qual for, é preciso se qualificar profissionalmente.

No ramo das bikes não é diferente. Ter um mecânico especializado e capacitado para cuidar da oficina da sua loja é um diferencial que você busca para sobressair-se no mercado. E mais: um requisito básico!

O que um mecânico capacitado pode trazer ao meu negócio?

Segurança: um especialista em mecânica, traz segurança a você e aos seus clientes. O know how na hora de uma manutenção pode fazer a diferença. A chance do seu cliente voltar com bicicleta depois de um possível erro na manutenção é mínima;

Garantia de um serviço de qualidade: aquela história de saber fazer e atender da forma correta. Por isso a capacitação deve ser teoria e prática, o que é oferecido pela Escola Park Tool. Essa combinação é o que prepara o profissional para prestar um serviço da melhor forma;

Fidelização: para o ciclista, a bicicleta é o seu bem mais precioso. Se ele encontrar alguém que vai tratá-la melhor do que ele mesmo, ele não vai largar esse mecânico e sempre voltará a sua loja! Além disso…

Agrega valor e credibilidade: quando você tem um mecânico capacitado em sua oficina, ele acaba se tornando uma espécie de imã. Pela qualidade de serviço prestado, seu negócio pode virar referência. Isso gera credibilidade e atrai cada vez mais clientes, que buscam um confiança, segurança e eficiência.

Atendimento: conhecimento técnico é a base, mas não pode esquecer que está lidando com pessoas. Saber apresentar-se, defender seu ponto de vista e atender as necessidades de cada cliente.

Os cursos oferecidos pela Escola Park Tool vão ao encontro da sua necessidade, uma vez que formam um mecânico completo em 66 horas de aulas presencias. A nossa formação profissional inclui os módulos iniciante, intermediário, avançado, relação, suspensão, Di2 eletrônico, freio hidráulico, rodas, estágio e avaliação.

Padronização de processos, organização, conhecimento total da bicicleta, métodos de atendimento e autonomia são algumas coisas que você leva ao sair da Escola Park Tool.

Nosso conteúdo é mundialmente reconhecido e exclusivo para você desenvolver ainda mais o seu negócio.

Após curso, aluno da Escola Park Tool abre oficina em Recife

O boom recente causado pelo aumento das ciclovias pelo Brasil tem atraído cada vez mais adeptos da prática do pedal. Com isso, as bikes vão precisar de manutenção, não é mesmo? E como estar preparado para isso?

Leonardo Amante encontrou a resposta. O recifense de 38 anos, fã de música, que sempre fazia a manutenção da própria bike, ficou sabendo do curso da Escola Park Tool através de um amigo. Não titubeou, se inscreveu e voou pra São Paulo.

“Eu queria me qualificar para ter a base real. Não queria ser mais um curioso, e sim um especialista”, conta ele.

É exatamente essa confiança conquistada através do curso da Escola Park Tool, que passa aptidões e padronizações possíveis quando o assunto é manutenção.

Depois do curso

“Depois que voltei de São Paulo, consegui reestruturar a oficina e comecei de verdade o trabalho. Agora estou terminando a parte burocrática, para começar a divulgação e abrir ao público, embora atenda alguns amigos”, diz ele sobre os próximos passos.

De acordo com Leonardo, Recife tem um potencial imenso.

“Falta qualidade e serviço especializado por aqui. O ‘boca a boca’ tá rolando e crescendo. Não tenho dúvidas que o curso só me fez aprender mais e crescer profissionalmente”, completa.

Diferencial

O grande diferencial do curso, segundo Leonardo, foi a quantidade de informações e como elas foram passadas.

“Eles têm muita experiência e conhecem bem a área. 1 + 1 é dois, mas até chegar a esse resultado demora um pouco. Tem que ter sensibilidade e conhecimento, e eles mostraram com seu método que tem de sobra”, finalizou Leonardo Amante.