5 lugares onde tem Escola Park Tool e você não sabia

6 países do mundo, 17 estados brasileiros, competições e ciclofaixas de lazer. Onde tem um serviço de qualidade prestado em mecânica de bicicletas, lá está um profissional qualificado e capacitado pela Escola Park Tool, a primeira instituição especializada na formação profissional de mecânico de bicicletas.

Veja os lugares onde você pode encontrar a Escola Park Tool – seja por meio dos serviços dos mecânicos – além da nossa unidade ao lado do Parque do Ibirapuera:

Nas ciclovias de São Paulo-SP

Você sabia? Os mecânicos que auxiliam os ciclistas nas ciclofaixas de lazer pela capital paulista foram capacitados pela Escola Park Tool. Então, sempre que for pedalar pela cidade aos finais de semana e precisar de ajuda, pode contar com o auxílio desses profissionais. Eles são capacitados pelo módulo Iniciante do nosso curso para mecânicos de bicicleta.

E em outros 16 estados brasileiros

Alagoas, Amazonas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiânia, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul Santa Catarina e São Paulo – além do Distrito Federal.

Todos esses estados possuem alunos formados e capacitados pelo curso de mecânica da Escola Park Tool trabalhando como mecânicos de bicicletas.

“Depois que voltei de São Paulo, consegui reestruturar a oficina e comecei de verdade o trabalho. Não tenho dúvidas que o curso só me fez aprender mais e crescer profissionalmente”, conta Leonardo Amante, ex-aluno que abriu sua própria oficina em Recife-PE.

Em Sidney, na Austrália

Na Escola Park Tool, a certificação é internacional. Ou seja, o seu diploma de mecânico de bicicletas vale em qualquer país do mundo. Essa qualificação permitiu que Rodrigo Notaro, ex-aluno da escola, abrisse sua oficina na terra do canguru.

“Trabalho três vezes por semana. Mesmo assim uso muito o conhecimento que adquiri na Escola Park Tool não só no meu trabalho, mas também todos os dias nas bicicletas que monto ou conserto”, contou.

E outros 5 países do mundo

Estados Unidos, Austrália, Nova Zelândia, Paraguai, Inglaterra e Irlanda são outras nações em que atuam ex-alunos da Escola Park Tool.

Na Copa Internacional de Mountain Bike 2016

A Escola Park Tool é responsável pela manutenção das bicicletas dos atletas da equipe Focus XC Team Brasil durante as principais provas do ano. Logo, os profissionais e um aluno da instituição estiveram presentes na etapa inicial da competição, em Araxá-MG.

“Gostei muito do trabalho feito por eles. A equipe de mecânicos da Escola Park Tool foi extremamente atenciosa, organizada, ágil e assertiva no trabalho. Usavam as ferramentas certas e atendiam prontamente. Corresponderam todas as minhas expectativas. Tenho certeza que as próximas vezes que nos encontrarmos será ainda melhor”, palavras do atual campeão brasileiro de mountain bike, Halysson Ferreira.

Gostou? Então, fique de olho nas novidades da Escola Park Tool! Entre no site www.escolaparktool.com.br ou veja no Facebook www.facebook.com/escolaparktool.

 

 

4 erros comuns entre ciclistas iniciantes e como evitá-los

Você conseguiu! Depois de muito planejamento, adquiriu a sua bicicleta. Agora vai de bike para o trabalho, não pega trânsito, faz exercício, melhora sua qualidade de vida e ainda conseguiu um hobby para o final de semana: pedalar na trilha.

Mas faltou um detalhe que talvez tenha passado despercebido: como usar a mecânica para manter a qualidade do seu equipamento? Pensando nisso, a Escola Park Tool separou 4 erros comuns entre ciclistas iniciantes e (o mais importante, claro!) como evitá-los ou solucioná-los.

Veja abaixo:

1-Deixar a manutenção de lado

Levar a bicicleta ao mecânico com frequência é muito importante para manter a qualidade e a vida útil do seu equipamento. Claro que, se o ciclista tiver o conhecimento necessário, ele mesmo pode fazer alguns reparos na própria magrela. O que é recomendável, pois só assim você irá conhecê-la de verdade.

Mesmo assim, contar com um profissional de confiança para fazer os ajustes mais complexos e diagnosticar problemas é fundamental. O mais importante é ter em mente que sempre a manutenção preventiva vai ser mais barata do que a corretiva.

2- Não limpar a bicicleta

“É só jogar uma água e pronto, né?” Não. A bicicleta tem uma série de componentes e peças pequenas que, se não forem limpas do jeito certo, podem dar uma grande dor de cabeça no futuro. Se você curte pedalar na trilha o cuidado deve ser ainda maior. Usar ou não usar querosene? Qual produto é melhor? Onde devo esfregar? É fundamental saber como tirar a sujeira de cada lugar da sua bike, principalmente no caso de lama e poeira.

3- Lubrificação é importante?

Muito, assim como a limpeza de cada parte da sua magrela. A lubrificação pode evitar danos à corrente, cassete e outras partes da bicicleta. O ciclista iniciante precisa aprender como fazer esse processo com eficácia para evitar problemas ainda maiores no futuro.

4- Não saber como fazer as manutenções de emergência

Ficar refém do mecânico – por mais que tenha confiança no profissional – não é bom para qualquer ciclista, seja iniciante ou mais experiente. Ter pelo menos uma noção básica para rebater um diagnóstico ou até mesmo fazer uma manutenção durante o pedal é essencial.

Não dá para comprar uma bike e não conhecer como ela funciona, não é mesmo? E se furar um pneu ou quebrar/soltar sua corrente?

5- A solução para todos esses problemas! :)

Pensando nisso, a Escola Park Tool montou sua grade de cursos com o módulo Iniciante, especialmente desenvolvido para ciclistas iniciantes ou experientes. Durante 5 horas, o aluno vai aprender na prática a fazer um remendo de câmara, reparo de corrente, alinhamento de roda, forma correta de lubrificação para evitar danos futuros e limpeza da bicicleta.

Um verdadeiro manual de sobrevivência do ciclista. Gostou? Então, veja como se matricular no link.

Esses são só alguns exemplos. Imagine que tem muito mais. Gostou? Então, fique de olho nas novidades da Escola Park Tool! Entre no site www.escolaparktool.com.br ou veja no Facebook www.facebook.com/escolaparktool.

Independência e segurança são motivos para ciclistas buscarem a Escola Park Tool

Se você anda de bicicleta de forma regular, seja por hobby ou para trabalhar, você sabe que é preciso ter conhecimento total da magrela, não é mesmo? Seja para fazer pequenos reparos ou então uma revisão, sempre é bom estar preparado para qualquer imprevisto na rua que possa acontecer.

E que tal um curso 100% prático que vai te deixar completamente autossuficiente e seguro para fazer todos estes consertos básicos, sem precisar gastar fortunas com algum mecânico profissional?

O módulo amador da Escola Park Tool traz tudo o que você precisa em menos de quatro horas de duração. Veja alguns motivos destacados por quem saiu da escola pronto para aplicar o conhecimento na bike.
Independência

“Como eu uso a bike para ir trabalhar e para lazer, sabia que precisava aprender a me virar e me preparar para saber como mexer na minha bicicleta. E na Escola Park Tool aprendi a diagnosticar possíveis problemas, aprendi a me prevenir. O mais importante é colocar a mão na massa. E lá não ficamos só na teoria, pelo contrário”.

Quem fala isso é Luciana Bacci, aluna da Escola, que fez o curso, aprovou e agora está preparada para pedalar para o trabalho ou com sua família, como costuma fazer aos finais de semana.

Conhecimento e segurança

Já Otávio Constantino, que também participou do curso da Escola Park Tool, disse que “bastante coisa mudou” depois do módulo amador.

“Hoje me sinto mais seguro para mexer na minha própria bike, já que aprendi como fazer. Recentemente comprei uma bicicleta usada e com o conhecimento adquirido consegui avaliar as condições, como sistema de transmissão, freios, e por aí vai…”, explica ele.

Ele ainda enfatiza: “é um verdadeiro investimento. Aprendi coisas que não sabia. Muitos detalhes e pontos importantes para conhecer o funcionamento da bicicleta. O produto e ferramenta certa para cada situação, coisas que a gente só vê a diferença mesmo na prática. E eles tem uma forma bem didática de nos passar o conteúdo.”

E aí, o que achou? Precisando saber um pouco mais sobre mecânica de bicicletas? Escreva para nós, tire suas dúvidas e venha ver o que podemos fazer por você.

Com certeza você sairá mais preparado para encarar qualquer situação.