O que faz um mecânico ser 5 vezes campeão do Selo de Qualidade?

Cinco vezes campeão do ranking Selo de Qualidade, iniciativa da Escola Park Tool que avalia o serviço e atendimento do mecânico de bicicletas brasileiro, Vinicius Oliveira se consolida na ponta como o maior vencedor até agora. Mas a que se deve esse reconhecimento pelo seu trabalho e por que ele está há tanto tempo no topo do ranking? Seus clientes comentam os diferenciais e explicam o porquê.

Honesto, sempre disponível e muito organizado

Nas palavras de Diego Diniz, paulista de Itapeva – mesma cidade que fica a Vini BikeShop, loja do Vinicius -, os maiores predicados do mecânico formado na Escola Park Tool são a honestidade no atendimento, a disponibilidade para atender os clientes sempre que possível e o ambiente da loja/oficina que é sempre limpo e organizado.

“Cheguei até o Vinicius por ter tido problemas em outas oficinas, que não cumpriam o que prometiam. Fiquei decepcionado com alguns serviços, mas quando conheci o trabalho do Vinicius, virei cliente fiel. Não levo para outro lugar. Ele é sincero no que diz, trabalha de forma honesta, mexendo somente no que é necessário. Por isso, só levo minha bicicleta na Vini BikeShop e ainda indico os serviços dele para todos meus amigos que pedalam”. É o que disse Diego, que possui uma bike speed e uma MTB, e pedala há quatro anos como hobby.

Ele ainda destaca a organização da loja e limpeza da oficina, além do conhecimento de Vinicius: “como pedalo com grupo XT, preciso de alguém especialista, que tenha muito cuidado. E o Vinicius tem um serviço de excelente qualidade. A loja é sem igual, com uma bancada de ferramentas incrível, limpeza impecável. Ainda é possível ver sua bike sendo ajustada”.

Conhecimento, sinceridade e ajuste perfeito

Para o bancário Marcos Roel Gonçalves, que tem nas pedaladas o seu momento de lazer, seja nos trechos urbanos ou em trilhas mais rurais, Vinicius é, acima de tudo sincero. Esse lado humano, claro, aliado ao conhecimento comprovado e o ajuste perfeito são os grandes diferenciais do mecânico de bikes de Itapeva.

“Ele não força nem empurra nada que você não precise”, comenta o ciclista que leva sua bicicleta há 3 anos para a Vini BikeShop.

“Hoje em dia não tem mais espaço para o mecânico que faz gambiarra e que fica empurrando uma compra pra você, que fica inventando problemas para ganhar dinheiro. E o legal do Vinicius é que, além de estar evoluindo dia a dia, ele é muito atencioso, entende o que o ciclista precisa. Seu conhecimento é muito grande e, por isso, vem conquistando o reconhecimento nesse ranking. Seu ajuste é perfeito, nota 10!”, completa Marcos.

 

Com mais de 316 avaliações que definiram como “ótimo” o serviço e atendimento, Vinicius Oliveira foi o grande campeão do ranking do mês de julho, no Selo de Qualidade.

Em sete meses desde que o Selo foi instituído pela Escola Park Tool, Vinicius esteve no topo do ranking por cinco vezes. Será que ele mantém o topo do pódio também em agosto?

“A crise me fez refletir e fui atrás de um curso de capacitação para otimizar meu negócio”

Ele é ex-piloto de downhill e administra a Bike Tech Jardins desde 2005, tendo iniciado sua trajetória como empresário ainda em 1993, quando adquiriu sua primeira loja. Com mais de 30 anos dedicados ao meio bike, há quem possa achar que é tempo o bastante para não precisar se capacitar ou estudar. Mas Caetano Zammataro pensa diferente: por isso, buscou um curso de capacitação em mecânica de bicicletas, afinal, quanto mais conhecimento do seu negócio e mais capacitado o profissional, melhor. 

Por ter uma experiência como piloto e ciclista urbano, Caetano pôde observar alguns “buracos” e carências no mercado de bikes. “Vindo do outro lado, tinha uma visão sobre o que faltava para o consumidor. Apesar disso, quando iniciei minha trajetória como empresário, cometi muitos erros, ainda mais num mercado instável como o nosso”, explica ele. 

O que fez buscar o curso de capacitação? 

Os erros, sabemos, fazem parte de qualquer negócio e é natural que eles aconteçam. Sem eles, inclusive, é impossível saber quais caminhos ou estratégias podem ser evitados. E quando a crise bate, então… 

Caetano acredita que uma crise econômica é uma ótima oportunidade de avaliar o que tem sido feito nos negócios e na gestão, assim como ajuda e incentiva a pensar em novas soluções e estratégias para uma empresa, seja uma loja ou oficina mecânica. 

“Quando a fase não estava tão boa, com altos e baixos, refleti muito sobre meu negócio e percebi que faltava um cuidado e uma preocupação maiores com os processos internos e os procedimentos dos serviços que prestamos. Foi aí que me deu o estalo para buscar um curso de capacitação”, comenta o empresário paulistano. 

“Queria aprender a parte teórica de algo que conhecia apenas na prática, através da experiência no pedal”, reforça. E foi assim que ele chegou até a Escola Park Tool, se inscrevendo no Curso de Formação Profissional e encontrando o que buscava: processos, padronização, conhecimento sobre gestão da empresa e, claro, muita mão na massa. 

E Caetano lembra um fato marcante sobre o aprendizado que teve: “Me arrependo de não ter buscado a capacitação antes. Para se ter uma ideia, eu achava que sabia trocar um pneu da forma certa. Mas em todos esses anos de bicicleta sempre havia feito o procedimento errado. Foi no curso da Escola Park Tool que aprendi o jeito certo e adequado, respeitando as normas e os processos. Isso te desconstrói: você não pode achar que sabe tudo, tem que ter humildade para querer aprender e crescer. E foi o que fiz, eu estava lá disposto a aprender!” 

O que mudou depois da capacitação… 

Caetano afirma, também, que sua vida profissional mudou muito após o curso. Assim como a sua visão de negócios. “Estudando a minha empresa, cheguei à conclusão que minha oficina era um produto a ser explorado, pelo potencial dela. E foi o curso de capacitação da Escola que abriu a minha visão e transformou minha forma de gerir e pensar no meu negócio”, lembra ele. 

Foi com a capacitação que ele conseguiu trabalhar como mecânico oficial da RAAM (Race Across America), – o curso de capacitação profissional garante diploma internacional válido em todos os países do mundo – ficando responsável pelos ajustes antes e depois das etapas, sentido a pressão de uma das provas mais árduas do ciclismo.  

Além disso, ele ainda cita 3 coisas que foram transformadas para melhor dentro da sua loja, localizada no bairro do Jardins, em São Paulo: 

  • Gestão da oficina; 
  • Gestão de preço e custos de mão de obra; 
  • Otimização de tempo e tarefas graças aos processos que aprendeu durante o curso 

 

E você, precisando dar uma otimizada no seu negócio? Quer saber mais sobre gestão e processos e se tornar um profissional ainda mais capacitado e especialista no que faz? Faça igual ao Caetano e vire o jogo, vá atrás da capacitação. Só quem tem a ganhar é você, sua loja ou oficina e, acima de tudo, o seu cliente. Entre em contato e conheça nossos cursos. 

O que procurar numa escola de mecânicos de bicicletas?

O sucesso profissional é algo mutável e variável. Cada pessoa busca a felicidade de uma maneira, seja pela condição financeira, por trabalhar com o que gosta ou pela qualidade de vida. Se você é um apaixonado por bikes e sonha ter tudo isso, a carreira de mecânico pode ser uma opção. Já pensou em ingressar numa escola de mecânicos de bicicletas.

Num mercado cada vez mais exigente, empatia, capacitação e competência são características que podem fazer muita diferença. Mas e agora, por onde começo? Não se preocupe. Separamos 5 dicas do que procurar numa escola de mecânicos de bicicletas para lhe ajudar nessa empreitada. Veja abaixo:

1- Estrutura

São 500 m² disponíveis para os alunos, espaço suficiente para duas salas de aula, copa, cozinha, bancadas de trabalho e ainda uma área de lazer para arejar um pouco entre as aulas. Uma estrutura que já formou mais de 4.500 alunos ao redor do mundo. Quer saber mais? Veja o texto que fizemos com todos os números da instituição.

escola-park-tool001

2- Preparação teórica e prática

Cursos de suspensões com as melhores opções do mercado (Fox, SR Suntour, X Fusion, Rock Shox, e Manitou*), aulas sobre freio hidráulico, canote hidráulico, rodas, relação, grupo eletrônico di2 da Shimano e cubo de marcha interno, por exemplo. Conteúdo que vai do amador ao profissional em que os alunos recebem toda a base teórica para depois encarar a parte prática. E mais: eles encaram mais de 40 horas de estágio em oficinas ou lojas para aprender na prática como é a rotina de um negócio.

*A escola de mecânicos de bicicletas, Escola Park Tool, é única instituição da América Latina com instrutores com capacitação internacional. Seguimos padrões internacionais de ensino e ferramental atualizado (ano 2017).

3- Material de trabalho

São mais de 1.800 ferramentas disponíveis para os alunos. Sabe o que isso significa? Pode trabalhar individualmente sem ficar revezando. Nas aulas de suspensões e rodas, por exemplo, cada aluno tem o seu item de trabalho em sala. Nas aulas em que vai trabalhar com a bicicleta inteira, as atividades são feitas em duplas. Na Escola Park Tool, o aluno está sempre aprendendo e nunca fica parado.

escola-park-tool004

Afinal, de que adianta o conhecimento teórico sem ferramentas de trabalho, certo?

4- Oportunidade de começar

É a única escola de mecânicos de bicicletas com uma agência de emprego virtual formatada exclusivamente para o mercado. Qualquer empresa do segmento, seja ela loja, distribuidora, importadora, fabricante ou mídia, pode cadastrar sua vaga no site e qualquer profissional cadastrado pode encontrar uma vaga ou oportunidade de trabalho. Para saber mais, acesse o link.

5- Construir uma carreira trabalhando com o que se gosta

Qual é a procura do mercado por um mecânico capacitado? Como está a situação para tentar começar meu próprio negócio? Quanto ganha um mecânico de bicicletas capacitado hoje? Sugerimos ideias de negócios, consultoria, parcerias para que a formação e tudo o que o aluno aprendeu não se perca. Mais do que um ex-aluno, nosso objetivo é criar uma rede de colaboradores que evoluam junto com o mercado e criem novas oportunidades.

escola-park-tool003

Gostou? Todos esses tópicos são trabalho da Escola Park Tool. Percebeu como ela pode mudar a sua vida profissional na prática?

Aqui funciona assim: entregar o diploma, apertar a mão do aluno e desejar boa sorte não é o suficiente. É preciso acompanha-lo para que ele abra portas para novos profissionais. Não basta falar que é a melhor, é preciso fazer o melhor. Isso é mudança.

Entre no site www.escolaparktool.com.br ou veja no Facebook www.facebook.com/escolaparktool.

5 lugares onde tem Escola Park Tool e você não sabia

6 países do mundo, 17 estados brasileiros, competições e ciclofaixas de lazer. Onde tem um serviço de qualidade prestado em mecânica de bicicletas, lá está um profissional qualificado e capacitado pela Escola Park Tool, a primeira instituição especializada na formação profissional de mecânico de bicicletas.

Veja os lugares onde você pode encontrar a Escola Park Tool – seja por meio dos serviços dos mecânicos – além da nossa unidade ao lado do Parque do Ibirapuera:

Nas ciclovias de São Paulo-SP

Você sabia? Os mecânicos que auxiliam os ciclistas nas ciclofaixas de lazer pela capital paulista foram capacitados pela Escola Park Tool. Então, sempre que for pedalar pela cidade aos finais de semana e precisar de ajuda, pode contar com o auxílio desses profissionais. Eles são capacitados pelo módulo Iniciante do nosso curso para mecânicos de bicicleta.

E em outros 16 estados brasileiros

Alagoas, Amazonas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiânia, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul Santa Catarina e São Paulo – além do Distrito Federal.

Todos esses estados possuem alunos formados e capacitados pelo curso de mecânica da Escola Park Tool trabalhando como mecânicos de bicicletas.

“Depois que voltei de São Paulo, consegui reestruturar a oficina e comecei de verdade o trabalho. Não tenho dúvidas que o curso só me fez aprender mais e crescer profissionalmente”, conta Leonardo Amante, ex-aluno que abriu sua própria oficina em Recife-PE.

Em Sidney, na Austrália

Na Escola Park Tool, a certificação é internacional. Ou seja, o seu diploma de mecânico de bicicletas vale em qualquer país do mundo. Essa qualificação permitiu que Rodrigo Notaro, ex-aluno da escola, abrisse sua oficina na terra do canguru.

“Trabalho três vezes por semana. Mesmo assim uso muito o conhecimento que adquiri na Escola Park Tool não só no meu trabalho, mas também todos os dias nas bicicletas que monto ou conserto”, contou.

E outros 5 países do mundo

Estados Unidos, Austrália, Nova Zelândia, Paraguai, Inglaterra e Irlanda são outras nações em que atuam ex-alunos da Escola Park Tool.

Na Copa Internacional de Mountain Bike 2016

A Escola Park Tool é responsável pela manutenção das bicicletas dos atletas da equipe Focus XC Team Brasil durante as principais provas do ano. Logo, os profissionais e um aluno da instituição estiveram presentes na etapa inicial da competição, em Araxá-MG.

“Gostei muito do trabalho feito por eles. A equipe de mecânicos da Escola Park Tool foi extremamente atenciosa, organizada, ágil e assertiva no trabalho. Usavam as ferramentas certas e atendiam prontamente. Corresponderam todas as minhas expectativas. Tenho certeza que as próximas vezes que nos encontrarmos será ainda melhor”, palavras do atual campeão brasileiro de mountain bike, Halysson Ferreira.

Gostou? Então, fique de olho nas novidades da Escola Park Tool! Entre no site www.escolaparktool.com.br ou veja no Facebook www.facebook.com/escolaparktool.

 

 

Mecânico, lojista e consultor: alunos encontraram na bicicleta sua profissão

“Faça aquilo que gosta e não terá de trabalhar um único dia na sua vida”. Essa é uma das famosas frases de Warren Buffet, empresário norte-americano. O mesmo vale para o mercado de bicicletas. Se é um ciclista apaixonado, por que não trabalhar com o que você mais ama?

Quando exercemos uma profissão pela qual nos identificamos, o prazer e a vontade de sempre aprender são ainda maiores. É isso o que acontece na Escola Park Tool. No curso de mecânicos de bicicleta é muito comum os alunos entrarem para assistir às aulas básicas, descobrirem uma porta para mudar de vida e alinharem a paixão pela bicicleta com a vida profissional.

Para nós, acompanhar esses casos é gratificante. Veja 3 exemplos e entenda o porquê:

De arquiteto para mecânico de bicicletas

Bruno Uehara cursou arquitetura na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo pela Universidade de São Paulo (FAU/USP) e trabalhou em empresas especializadas na área, mas não se sentia feliz ou realizado profissionalmente. Apaixonado por bicicleta, fez o módulo Amador na Escola antes de viajar aos Estados Unidos, onde completou sua segunda formação em desenvolvimento de quadros de bicicleta (Frame Building). Voltou ao Brasil, terminou o curso de Formação Profissional da Escola Park Tool e hoje é funcionário da própria instituição, onde dá consultoria para lojistas e mecânicos de bicicleta.

Foi na própria Escola que Bruno teve a chance de trabalhar como mecânico da Focus XC Team Brasil na etapa de abertura da Copa Internacional de Mountain Bike 2016.

Do Brasil para Austrália

Um dos primeiros alunos da Escola Park Tool, Rodrigo Notaro começou no módulo iniciante em busca de conhecimentos básicos para fazer reparos na bike por segurança e se preparar para qualquer emergência durante o pedal. Rodrigo se impressionou com a estrutura do lugar, o conteúdo oferecido nas aulas e a capacidade de associar o amor pela bicicleta com uma carreira profissional. Depois de completar outros quatro módulos, Rodrigo saiu do Brasil, mudou-se para Sidney, na Austrália, onde vive e trabalha até hoje como mecânico de bicicletas.

De bancário para dono de Bike Delivery

Felipe Wada era bancário quando fez o seu primeiro curso na Escola Park Tool. Começou no módulo básico e ficou impressionado com as técnicas ensinadas pelos instrutores da escola. Na própria necessidade, encontrou a oportunidade. Quando bancário, Felipe não tinha tempo de levar a bicicleta na oficina. Então, saiu do banco e abriu o próprio negócio: uma oficina delivery que pega e leva a bike na casa do cliente para realizar todos os reparos necessários e até limpeza.

Esses três exemplos mostram como é possível trabalhar com o que é apaixonado. E o mérito é 100% desses alunos. Afinal, de que adiantaria oferecer o melhor conteúdo do mundo em mecânica de bicicletas e despertar o interesse dos alunos, mas eles não irem atrás? A Escola Park Tool oferece oportunidade e cabe ao estudante buscar o seu sonho.

Gostou? Esperamos que essas histórias tenham sido inspiradoras. Afinal, sorte é quando a oportunidade encontra-se com a capacidade. Na Escola Park Tool, temos casos de alunos que encontraram tudo isso.

Fique de olho nas novidades da Escola Park Tool! Entre no site www.escolaparktool.com.br ou veja no Facebook www.facebook.com/escolaparktool.

CIMTB: Escola Park Tool leva aluno para trabalhar com equipe Focus XC Team Brasil

CIMTB: Escola Park Tool leva aluno para trabalhar com equipe Focus XC Team Brasil
(Foto: Bruno Fernandes/Nois Pedala)

Que tal trabalhar como mecânico nas principais competições da temporada? A Escola Park Tool inovou mais uma vez e vai oferecer essa oportunidade. Especializada na formação e capacitação de mecânicos de bicicleta, a instituição levará um aluno formado no curso Profissional (8 módulos concluídos) para trabalhar com a equipe Focus XC Team Brasil nas principais provas da temporada 2016.

A ação é fruto da parceria entre a Escola Park Tool e a marca Focus e já tem data e local certos para começar: a etapa de abertura da Copa Internacional de Mountain Bike, que acontecerá de sexta (4) a domingo (6), em Araxá-MG. A equipe contará com cinco pessoas, sendo uma delas um aluno formado na própria instituição.

Oportunidade: 1 aluno por etapa na temporada

Responsável pela manutenção das bicicletas dos atletas Focus durante as principais provas do ano, a escola levará um aluno diferente a cada etapa, dando preferência aos que morem próximos ou na cidade que receberá a competição. Será a grande chance de trabalhar ao lado do campeão brasileiro de mountain bike: Halysson Ferreira.

O objetivo é gerar uma rotatividade e dar oportunidade a todos os mecânicos recém-formados ou os experientes formados na instituição a participarem de um campeonato de alto nível.

“É uma chance de trabalhar com ferramentas de qualidade e vivenciar o que aprenderam na sala de aula. Temos total confiança no conteúdo que passamos e na credibilidade do trabalho que a gente vem fazendo, proporcionado por nossos fornecedores e parceiros. Isso tudo, além da chance de ajudar os atletas que representam a marca Focus. Temos muito orgulho de fazer parte desse sucesso e estar junto com eles durante a temporada”, disse Henrique Zompero, fundador da Escola Park Tool no Brasil.

Parceria é confiança

De acordo com Pedro Reis, coordenador de marketing da Focus, “acreditar no trabalho” é a recíproca da parceria entre Escola Park Tool e a marca. Para ele, o fato de oferecer a oportunidade para um profissional formado pela instituição também será um dos grandes diferenciais.

“Os alunos da Escola Park Tool são totalmente capacitados para fazer qualquer tipo de manutenção na bicicleta dos nossos atletas. Temos total confiança no desempenho deles. Acredito que é uma grande chance de aprender, pois quando um mecânico faz qualquer reparo na oficina, ele pode levar o tempo que quiser. Em uma prova oficial não é assim, pois ele precisa ser rápido e assertivo. Viver essa adrenalina será uma ótimo aprendizado”, destaca Pedro.

Estrutura em Araxá-MG

Já ouviu falar em oficina truck? É como um food truck, mas com tudo o que é necessário para fazer os reparos na bicicleta. A Escola Park Tool vai levar uma para etapa de abertura da Copa Internacional e para todas as outras provas da temporada. A carreta de reboque com aproximadamente 3 x 2 e 2,20 metros de altura será a oficina mais bem equipada de todo o evento. Pode apostar.

Focus XC Team Brasil

A equipe Focus XC Team Brasil é formada pelos atletas Halysson Ferreira e Alysson Lucas (Elite Masculina); Aline Simões e Letícia Cândido (Elite Feminina); Kilder Melo (Sub-35 Masculina) e treinada por Hélio Souza. Patrocinadores: Focus, Schawlbe e 3T.

Quer saber mais sobre os cursos da Escola Park Tool? Entre no site www.escolaparktool.com.br ou veja no Facebook www.facebook.com/escolaparktool.