O que o ciclista procura no mecânico de bicicletas?

Conhecimento? Organização? Atendimento de qualidade? Agilidade? Confiança? O que o ciclista procura na hora de contratar os serviços de um mecânico de bicicletas? A Escola Park Tool, primeira instituição especializada na formação e capacitação desses profissionais, fez essa pergunta para grandes influenciadores do meio bike.

Quer saber quais foram as respostas? Veja abaixo:

img_9115

. Cadu Polazzo, técnico da Seleção Brasileira de Mountain Bike: “eu procuro um profissional que tenha conhecimento completo sobre toda a mecânica da bicicleta. Esse é um passo muito importante. Um bom mecânico também procura ensinar coisas básicas para o ciclista conseguir se virar no meio da trilha. Seria muito legal o mecânico ensinar uma coisa nova a cada visita à oficina. Instruções como trocar um pneu ou ajustar o freio, que são informações de mecânica básica para que o ciclista tenha autonomia durante o pedal”.

fabio-miyata

Foto: Fábio Miyata/Reprodução/Facebook

. Willian Cruz, editor do site Vá de Bike: “o principal é o profissional não tentar me enrolar, pois aí eu perco a confiança para sempre e nunca mais volto na oficina. E isso tanto em termos de não conseguir resolver, quanto de inventar problema para tentar ganhar mais dinheiro. Por outro lado, sinceridade me fideliza. Errar todo mundo erra, mas é preciso admitir e resolver se for o caso”.

ney-evangelista

Foto: Ney Evangelista/Reprodução/Facebook

. Rafael Oliveira, editor da revista Ride Bike: “um bom mecânico tem que transmitir confiança sem ficar empurrando serviços. E ter o cuidado necessário para mexer com um equipamento tão valioso. O conhecimento é a base para ele poder deixar a bike em perfeito estado. Além disso, me avisar quando chegar a hora de trocar peças como por exemplo: ‘Olha, sua corrente já está no limite, então sugiro pedalar mais alguns quilômetros e depois trocar para não danificar o cassete, coroa e roldanas. Fazendo isso, além de economizar, você vai manter o rendimento do equipamento sempre bom’”.

formatfactorylais_saes006

Foto: Murilo Rezende/Seppia Geração de Conteúdo

Lais Saes, atleta Scott de mountain bike: “o mecânico de bicicletas deve ser detalhista e acima de tudo ter consciência do que está fazendo. Ele deve estar sempre se especializando nas novas tecnologias, pois o mercado lança uma peça nova a cada dia ou aperfeiçoa algo que já existe. É fundamental que o mecânico acompanhe essas mudanças. Ele não pode ser um profissional que simplesmente lava a bicicleta. Ele deve conhecer e gostar do que faz”.

Capacitação e qualificação

Para dar mais qualidade e credibilidade ao mecânico de bicicletas, a Escola Park Tool conta com mais de 10 módulos diferentes disponíveis em sua grade. Lembrando que, no Brasil, ela é a única instituição que possui reconhecimento internacional em sua formação. Saiba mais

Entre no site www.escolaparktool.com.br ou veja no Facebook www.facebook.com/escolaparktool.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *