Escola Park Tool oferece estação de trabalho para ciclistas em São Paulo-SP

Oferecer ao aluno a estrutura para que ele coloque em prática tudo o que aprendeu nos cursos da Escola Park Tool. Com esse objetivo, a primeira instituição especializada na capacitação e formação de mecânicos de bicicletas lança na sua unidade em São Paulo-SP o serviço que representa um novo passo na evolução do segmento: a Oficina Park Tool.

Segundo Henrique Zompero, fundador da Escola Park Tool no Brasil, a Oficina é um serviço oferecido a todos os ciclistas ou apaixonados por bicicletas – mecânicos profissionais ou não – que querem fazer a manutenção e os devidos reparos na bike, mas não possuem as ferramentas necessárias para isso.

“A nossa ideia é fazer os alunos colocarem em prática o que aprenderam nos cursos. Quando eles concluíam os módulos, alguns não tinham os materiais para trabalhar nas suas bicicletas. Agora com a oficina eles poderão vir até aqui e fazer tudo o que aprenderam. Nós vamos oferecer a estrutura”, disse Zompero.

Com aproximadamente 150 ferramentas disponíveis – umas mais simples, outras mais complexas e algumas específicas para suspensão e freios hidráulicos – as estações de trabalho estarão lá para atender todo e qualquer ciclista que fizer o agendamento pelo site da Escola Park Tool. Veja abaixo como:

Agendamento: Basta acessar o site da Escola Park Tool e clicar na seção “Aluguel de Estação”, no botão “Mais” do menu inicial do site (disponível também no link). Em seguida, o interessado deve colocar as informações de sua preferência, definir a data/horário, fazer o cadastro e confirmar o pagamento. O valor do aluguel de uma bancada pelo tempo de 1 hora é R$ 80,00. O pagamento deve ser feito por cartão de crédito (PagSeguro) pela internet.

Confirmação: o interessado receberá uma mensagem de confirmação no celular duas horas antes do horário marcado. Na mensagem virá a pergunta: “você confirma o agendamento da oficina da Escola Park Tool?” Caso responda sim, o horário está confirmado. Se responder não, ele será reembolsado com o valor investido no aluguel da bancada.

Vale lembrar: caso o interessado responda SIM na mensagem e depois desistir de usar a estação de trabalho, ele não será reembolsado. Todo cancelamento deve ser feito no mínimo duas horas antes do horário reservado no site da Escola Park Tool.

O que tem disponível: Produtos como alinhador de roda, chave allen, chave de fenda e todo kit PK2 da Park Tool. Todos são manuseados com o máximo de cuidado para manter sua qualidade de limpeza e conservação.

Acompanhamento profissional: além da estação de trabalho e do equipamento, a Escola Park Tool ainda vai disponibilizar um profissional especializado em mecânica de bicicletas preparado para orientar, atender às necessidades e tirar dúvidas de quem estiver trabalhando na oficina.

Conhecimento teórico, prático, ferramentas e acompanhamento profissional. Na Escola Park Tool, o aluno encontra tudo num lugar só. Quer saber mais sobre os cursos da Escola Park Tool? Entre no site www.escolaparktool.com.br ou veja no Facebook www.facebook.com/escolaparktool.

Cinco motivos para fazer os cursos da Escola Park Tool

Em 2016, o mercado de bicicletas é um dos segmentos que seguem em crescimento no Brasil. Segundo dados da Abraciclo*, existem cerca de 300 mil bikes circulando com frequência em São Paulo-SP.

Cresce o mercado, abrem-se novas oportunidades de negócio. Então, por que não ter o diferencial da qualificação e da capacitação? Oferecer o melhor serviço com um excelente atendimento. Nesse caso, a dica é procurar a Escola Park Tool. Entenda o porquê em apenas 5 motivos:

1. Pioneirismo: a Escola Park Tool é a primeira instituição especializada na formação e capacitação de mecânicos de bicicleta no Brasil. E mais: hoje já passam mais de 2.000 alunos formados. Incrível, não é mesmo?

2. Certificação mundial: concluir um curso da Escola Park Tool garante reconhecimento internacional ao aluno. O formando terá em mãos um certificado que vale em todos os países do mundo. Que tal abrir uma oficina na Austrália? Com a Escola Park Tool é possível. Veja o exemplo de Rodrigo Notaro.

3. Multidisciplinaridade: tem curso para ciclista Amador, para quem quer ter autossuficiência na trilha ou ciclovia e aprender a fazer consertos básicos e ajustes emergenciais na bike. Tem também para quem quer ser Profissional (módulos Básico, Intermediário e Avançado) e quer se especializar. Nesse caso, serão abordados os assuntos mais específicos como Sistema Eletrônico Di2 da Shimano, suspensão, freio hidráulico, relação e cubo de marcha interna ou montagem de rodas. Os professores extremamente capacitados da Escola Park Tool buscam passar todo conhecimento aos alunos da maneira mais prática e simples possível. Todos os temas num só lugar.

LEIA MAIS: Capacitação – o diferencial para a sua oficina de bike

4. Atualização: de que adianta ser a primeira escola de mecânicos do Brasil se não buscar atualização? Pensando nisso, a Escola Park Tool sempre busca novas parcerias que vão oferecer o melhor conteúdo nas aulas teóricas e materiais de alta qualidade nas aulas práticas. Entre os parceiros da instituição estão SR Suntour, Isapa e Muc-Off.

5.Confiança: já são mais de 2.000 alunos formados. A grande maioria daqueles que concluíram o curso de mecânico profissional está empregada em uma oficina, loja ou abriu um próprio negócio. Um investimento de capital e tempo (cerca de 66 horas de conteúdo) com retorno garantido para o aluno. Não acredita? Então, veja os cases de sucesso.

Esses são apenas cinco motivos dos vários que a gente poderia dar. Agora já sabe: conhecimento, experiência, segurança e reconhecimento é com a Escola Park Tool.

* Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares

Aprenda a consertar a corrente da bicicleta em poucos passos

A Escola Park Tool orgulhosamente apresenta a nossa mais nova parceria, desta vez com a Revista Ride Bike: uma série de vídeos para manutenção básica preventiva e emergencial para quem pedala.

O primeiro da série fala sobre como usar as ferramentas certas para emendar a corrente da bicicleta da maneira correta. É só apertar o play!

Curta a nossa página no Facebook e fique por dentro nas próximas novidades.

Escola Park Tool oferece serviço de consultoria exclusivo aos alunos em 2016

A Escola Park Tool começa 2016 já com novidades. Após a confirmação da abertura de novas turmas no início desse ano, a instituição que é pioneira em cursos de capacitação e formação profissional de mecânico de bicicletas confirmou que vai disponibilizar o serviço de consultoria em arquitetura e design gráfico totalmente exclusivo aos alunos matriculados na escola.

O objetivo é oferecer aos estudantes mais um tipo de conhecimento, que será muito útil na principalmente para aqueles que decidirem montar sua própria oficina. O profissional que prestará a consultoria é Bruno Uehara, 28 anos. Formado em arquitetura pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo pela Universidade de São Paulo (FAU/USP), Bruno é um verdadeiro apaixonado por bicicletas.

“Em toda minha vida, sempre mexi nas minhas bicicletas com as minhas próprias mãos. Buscava autonomia para não depender de mecânico. Eu mesmo consertava e quando parava pra fazer isso ficava horas e horas. Era curioso, pois eu esquecia até de almoçar e beber água”, conta Bruno.

Formação internacional

Bruno Uehara chegou a estagiar em empresas no segmento e trabalhou com design gráfico antes de viajar aos Estados Unidos fazer uma especialização no desenvolvimento de quadros de bicicleta. Foi a primeira maneira que encontrou de unir sua profissão com a sua paixão.

“Fui para o Colorado para fazer um curso que se chama Frame Building. É voltado para a construção de quadros de bicicleta sob medida. Foram duas semanas intensas com aulas todos os dias. Meu professor foi Koichi Yamaguchi, natural do Japão, que desenvolveu as bicicletas da equipe olímpica de ciclismo dos Estados Unidos, em 1989, além de ter construído mais de 5.000 quadros de Keirin para a marca japonesa 3Rensho”, comenta.

LEIA MAIS: Formado em 5 cursos, aluno da Escola Park Tool faz carreira de mecânico na Austrália
LEIA MAIS: Capacitação – o diferencial para a sua oficina de bike

Retorno ao Brasil

Com sua segunda formação, Bruno voltou para o Brasil onde fez o curso de Formação Profissional da Escola Park Tool. Depois de uma conversa com Henrique Zompero, fundador da Escola Park Tool no Brasil, o arquiteto e designer recebeu o convite para trabalhar nesse novo projeto de consultoria da instituição.

“Acredito que a consultoria pode melhorar muito o desempenho da loja. Normalmente, as pessoas não tem noção de planta, fluxo econômico, mobiliário, distribuição de ferramentas. Terei a oportunidade de passar tudo isso. Meu conhecimento aliado ao conhecimento do Henrique vai dar um retorno acima do esperado” completa Bruno.

E tem mais por aí…

Especialista em oferecer conhecimento e toda parte teórica, a Escola Park Tool lançará em breve um novo serviço que promete reforçar a parte prática dos alunos. Quer saber mais? Curta a nossa página no Facebook e fique por dentro nas próximas novidades.

Comece 2016 em nova carreira. Faça Escola Park Tool!

O final do ano está chegando e que tal começar 2016 com uma nova oportunidade de carreira?

A Escola Park Tool – instituição especializada em oferecer capacitação profissional para mecânicos de bicicleta – abre novas turmas nos módulos Amador, Iniciante, Intermediário e Avançado, além dos cursos específicos como Sistema Eletrônico, Módulo Relação, Suspensão, Freio Hidráulico e Mecânico, Montagem de Rodas e o de Formação Profissional.

Veja o calendário completo e confira quando começarão as aulas das turmas de 2016.

No Brasil desde 2013, a Escola Park Tool já formou mais de 2.000 alunos, entre eles ciclistas apaixonados, lojistas e pessoas que resolveram procurar no amor pela bicicleta uma forma de ganhar dinheiro. Ou seja, trabalhar com o que realmente gosta.

Por que ser mecânico de bicicleta?

O Brasil encontra-se numa situação econômica complicada. Grandes empresas de diferentes setores estão fechando as portas ou demitindo grupos e mais grupos de funcionários. É hora de buscar um segmento que está indo razoavelmente bem e o mercado nacional de bicicletas oferece isso.

Tomando como referência a cidade de São Paulo, onde fica a sede da Escola Park Tool, já são mais de 300 km de ciclovias (dados da CET-SP) e um aumento de 50% no número de ciclistas na capital paulista no ano passado (dados do jornal Estado de S. Paulo). Então, a demanda está aí. É hora de buscar o diferencial.

Especialização e capacitação

Muitos desses ciclistas não estão contentes com o atendimento e os serviços prestados pelos mecânicos que “aprenderam fazendo”. Com ajuda da Escola Park Tool, o aluno terá a oportunidade de entrar mais forte no segmento com o diferencial de capacitação, certificado e atendimento.

Uma ótima oportunidade de começar o seu próprio negócio ou construir uma nova carreira largando na frente dos concorrentes.

Cases de sucesso

Rodrigo Notaro – mecânico de bicicletas em Sidney, na Austrália
“Moro em Sidney e trabalho três vezes por semana. Aqui essa é uma profissão requisitada, pois assim como no Brasil, os mais experientes foram aprendendo com o passar dos anos, sem nenhum curso especifico. Por isso, recomendo para todos interessados em aprender, independentemente do nível do profissional a especialização sempre é importante”.

Leonardo Amante – abriu a própria oficina em Recife-PE
“Depois que voltei de São Paulo, consegui reestruturar a oficina e comecei de verdade o trabalho. Não tenho dúvidas que o curso só me fez aprender mais e crescer profissionalmente”.

Felipe Wada – possui uma oficina que presta serviços delivery
“Eu comecei com o módulo básico e vi que poderia ir além. Entrei na Escola Park Tool para buscar conhecimento e fiquei impressionado. As técnicas ensinadas pelos engenheiros têm padronização e facilitam a manutenção do mecânico. O trabalho fica bem mais profissional. Nesse meio, muitos são mecânicos pela prática, mas não têm a teoria. Na escola, eles oferecem essa base. O que faz toda a diferença”

Gostei e quero começar agora!

Acesse o site da Escola Park Tool e confira a programação completa de cursos no próximo ano. Na instituição o seu conhecimento não fica parado, pois você ainda poderá ser encaminhado para empresas especializadas no segmento de bicicletas. Confira os cursos em www.escolaparktool.com.br e comece 2016 com o pé direito!

Formado em 5 cursos, aluno da Escola Park Tool faz carreira de mecânico na Austrália

Rodrigo Notaro é um dos primeiros alunos da Escola Park Tool. Apaixonado por bicicletas, ele entrou no módulo iniciante e se impressionou com a estrutura e a capacidade da instituição em associar o amor pela bike com conhecimento e qualificação. Depois de outras especializações, Rodrigo vive e trabalha em Sidney (Austrália), onde conseguiu vincular sua maior paixão com uma carreira ao tornar-se mecânico profissional de bicicletas.

Aproveitamos a breve estadia de Rodrigo no Brasil para conversar com ele e repassar um pouco sua história. Veja a entrevista a seguir:

Você foi o primeiro aluno da Escola Park Tool?
R: acredito que participei da primeira turma do Curso Avançado na unidade antiga, quando ainda era na Global Esporte na zona leste de São Paulo-SP.

Como foi para você fazer o curso?
R: bicicletas sempre fizeram parte da minha vida. Para mim, fazer o curso foi alinhar paixão e conhecimento técnico para tratar melhor as bicicletas que tenho e as dos futuros clientes.

Quais cursos você fez e o que o curso trouxe de importante para você?
R: fiz cinco módulos: iniciante, intermediário, avançado, freio hidráulico e rodas. Quando fiz o primeiro – mesmo entendendo o funcionamento da bicicleta– não sabia como usar as ferramentas apropriadas e a segurança no manuseio, etc. Os cursos trouxeram conhecimento técnico à minha paixão. Outro ponto importante que aprendi é que devo ter cuidado e carinho com as bicicletas de todos.

Você foi morar na Austrália, né?
R: sim, em Sydney.

E ainda trabalha com mecânica de bicicleta?
R: trabalho três vezes por semana. Mesmo assim uso muito o conhecimento que adquiri na Escola Park Tool não só no meu trabalho, mas também todos os dias nas bicicletas que monto ou conserto.

Como é a profissão mecânico lá?
R: é uma profissão requisitada, pois assim como no Brasil, os mais experientes foram aprendendo com o passar dos anos, sem nenhum curso especifico. Dentro de grandes bicicletarias existem dois tipos de mecânicos de bicicletas:

– o primeiro é o “bike builder”, o encarregado de montar as bicicletas para mostruário e vendas, não importando se é uma bike infantil de entrada ou um modelo top de linha.
– o segundo é o mecânico propriamente dito, responsável por todas as manutenções em qualquer tipo de bicicleta.

Você pretende fazer novos cursos da Escola Park Tool?
R: provavelmente farei todos para completar a capacitação profissional e ter um diploma internacional. Recomendo para todos interessados em aprender, independentemente do nível do profissional a especialização sempre é importante.

Poderia fazer uma análise do que você pensa em relação ao trabalho da Escola quando o assunto é capacitação?
R: sempre busquei aliar conhecimento teórico ao prático em tudo na vida. Acredito que seja importante, pois consolida e valoriza o trabalho de todos os envolvidos. A Escola Park Tool faz exatamente esse trabalho. Consegue repassar o conhecimento dos livros, manuais e a experiência adquirida em anos trabalhando na área com maestria para pessoas com diversos níveis de experiência em mecânica de bicicleta.

Formado em 5 cursos, aluno da Escola Park Tool faz carreira de mecânico na Austrália

Viu como os nossos cursos fazem a diferença? Clique aqui e faça a diferença você também.

Mountain bike: tempo, atenção e profissionalismo aumentam a vida útil da sua suspensão

50 horas ou 100 horas? Essa e outras dúvidas são frequentes na cabeça de qualquer ciclista quando o assunto é manutenção da suspensão da bicicleta. Que é uma peça sensível, importante e que exige atenção a maioria sabe. Porém, quais são as regras para fazer essa manutenção preventiva ou reparos?

Segundo André Mezadre, gerente comercial da Intac – distribuidora oficial da marca SR Suntour no Brasil – não existe regra, mas é possível indicar um padrão de medidas que vai aumentar a vida útil do seu equipamento.

“Se tomarmos como base as suspensões a ar, o recomendável é fazer a manutenção preventiva a cada 50 horas de uso e a revisão completa a cada 100 horas. Porém, se o ciclista encara uma trilha com chuva, o ideal é que ele procure um mecânico especializado logo em seguida. Mesmo que a bicicleta seja nova, o ideal é fazer a manutenção no máximo no dia seguinte ao pedal”, afirma André.

Por que fazer essa manutenção urgente?

O motivo é a infiltração de água. De acordo com ele , esse é o principal problema encontrado nas suspensões das bicicletas. Ao entrar água na suspensão, a parte interna da peça sofre corrosão, o que gera folgas e consequentemente a falta de funcionamento da trava.

“O resultado final desse processo é a deterioração permanente da suspensão. O ciclista seca o equipamento por fora e não percebe a poeira e a sujeira dentro dela. Água e sujeita acumuladas internamente vão formar uma espécie de lixa, o que vai deteriorá-la por dentro cada vez mais”, analisa.

Mão de obra qualificada

O ciclista deve procurar um mecânico de confiança e que entenda do assunto. No caso da SR Suntour, a marca oferece os serviços prestados pelo seu centro técnico com profissionais qualificados pela Escola Park Tool, instituição referência em qualificação de mecânicos de bicicleta.

“É preciso ter cuidado para a manutenção não ser feita por profissionais que vão aprendendo de acordo com o que mexem na suspensão. Isso acontece muito no mercado. Quando o ciclista procura mão de obra especializada e qualificada, ele ganha até mais agilidade. O trabalho é feito ou assistido por alguém que conhece as tecnologias e as características do produto”, diz André.

Escola Park Tool e SR Suntour

A instituição e a marca firmaram uma parceria no começo deste ano para otimizar o atendimento. Com profissionais formados pela Escola Park Tool, os centros técnicos SR Suntour oferecem atendimento especializado com mecânicos qualificados e certificados. O centro técnico ainda tem “suspensões reservas” para acabar com a espera de 15 a 20 dias enquanto é feito o reparo na bicicleta.

Quer saber mais sobre os cursos de suspensão da Escola Park Tool? Entre no site www.escolaparktool.com.br ou veja tudo na página do Facebook www.facebook.com/escolaparktool.

Independência e segurança são motivos para ciclistas buscarem a Escola Park Tool

Se você anda de bicicleta de forma regular, seja por hobby ou para trabalhar, você sabe que é preciso ter conhecimento total da magrela, não é mesmo? Seja para fazer pequenos reparos ou então uma revisão, sempre é bom estar preparado para qualquer imprevisto na rua que possa acontecer.

E que tal um curso 100% prático que vai te deixar completamente autossuficiente e seguro para fazer todos estes consertos básicos, sem precisar gastar fortunas com algum mecânico profissional?

O módulo amador da Escola Park Tool traz tudo o que você precisa em menos de quatro horas de duração. Veja alguns motivos destacados por quem saiu da escola pronto para aplicar o conhecimento na bike.
Independência

“Como eu uso a bike para ir trabalhar e para lazer, sabia que precisava aprender a me virar e me preparar para saber como mexer na minha bicicleta. E na Escola Park Tool aprendi a diagnosticar possíveis problemas, aprendi a me prevenir. O mais importante é colocar a mão na massa. E lá não ficamos só na teoria, pelo contrário”.

Quem fala isso é Luciana Bacci, aluna da Escola, que fez o curso, aprovou e agora está preparada para pedalar para o trabalho ou com sua família, como costuma fazer aos finais de semana.

Conhecimento e segurança

Já Otávio Constantino, que também participou do curso da Escola Park Tool, disse que “bastante coisa mudou” depois do módulo amador.

“Hoje me sinto mais seguro para mexer na minha própria bike, já que aprendi como fazer. Recentemente comprei uma bicicleta usada e com o conhecimento adquirido consegui avaliar as condições, como sistema de transmissão, freios, e por aí vai…”, explica ele.

Ele ainda enfatiza: “é um verdadeiro investimento. Aprendi coisas que não sabia. Muitos detalhes e pontos importantes para conhecer o funcionamento da bicicleta. O produto e ferramenta certa para cada situação, coisas que a gente só vê a diferença mesmo na prática. E eles tem uma forma bem didática de nos passar o conteúdo.”

E aí, o que achou? Precisando saber um pouco mais sobre mecânica de bicicletas? Escreva para nós, tire suas dúvidas e venha ver o que podemos fazer por você.

Com certeza você sairá mais preparado para encarar qualquer situação.

Capacitação: o diferencial para a sua oficina de bike

Capacitação: ação ou efeito de qualificar. Para quem quer ser posicionar bem no mercado, seja ele qual for, é preciso se qualificar profissionalmente.

No ramo das bikes não é diferente. Ter um mecânico especializado e capacitado para cuidar da oficina da sua loja é um diferencial que você busca para sobressair-se no mercado. E mais: um requisito básico!

O que um mecânico capacitado pode trazer ao meu negócio?

Segurança: um especialista em mecânica, traz segurança a você e aos seus clientes. O know how na hora de uma manutenção pode fazer a diferença. A chance do seu cliente voltar com bicicleta depois de um possível erro na manutenção é mínima;

Garantia de um serviço de qualidade: aquela história de saber fazer e atender da forma correta. Por isso a capacitação deve ser teoria e prática, o que é oferecido pela Escola Park Tool. Essa combinação é o que prepara o profissional para prestar um serviço da melhor forma;

Fidelização: para o ciclista, a bicicleta é o seu bem mais precioso. Se ele encontrar alguém que vai tratá-la melhor do que ele mesmo, ele não vai largar esse mecânico e sempre voltará a sua loja! Além disso…

Agrega valor e credibilidade: quando você tem um mecânico capacitado em sua oficina, ele acaba se tornando uma espécie de imã. Pela qualidade de serviço prestado, seu negócio pode virar referência. Isso gera credibilidade e atrai cada vez mais clientes, que buscam um confiança, segurança e eficiência.

Atendimento: conhecimento técnico é a base, mas não pode esquecer que está lidando com pessoas. Saber apresentar-se, defender seu ponto de vista e atender as necessidades de cada cliente.

Os cursos oferecidos pela Escola Park Tool vão ao encontro da sua necessidade, uma vez que formam um mecânico completo em 66 horas de aulas presencias. A nossa formação profissional inclui os módulos iniciante, intermediário, avançado, relação, suspensão, Di2 eletrônico, freio hidráulico, rodas, estágio e avaliação.

Padronização de processos, organização, conhecimento total da bicicleta, métodos de atendimento e autonomia são algumas coisas que você leva ao sair da Escola Park Tool.

Nosso conteúdo é mundialmente reconhecido e exclusivo para você desenvolver ainda mais o seu negócio.

Mercado de bicicletas: Escola Park Tool define bolsistas do curso de mecânico

A Avenida Paulista foi palco – e pista – do Projeto Escola Park Tool Inside 2015. No local, mais precisamente na Praça do Ciclista, onde cada dia mais pessoas pedalam e “dominam” as ciclovias, aconteceu o processo seletivo que definiu os bolsistas deste ano. São 8 felizardos que foram contemplados com uma bolsa de estudos do curso de capacitação em mecânica de bicicletas oferecido pela Escola Park Tool.

O lugar para tal ação não poderia ser mais propício, não é mesmo?

Após entrevistas com questionários socioeconômicos e testes de aptidão, a equipe da Escola analisou as características de cada candidato e definiu as pessoas que, em breve, estarão capacitados para atuar profissionalmente no mercado brasileiro de bicicletas.

Os oito selecionados, de acordo com o fundador da Escola Park Tool, Henrique Zompero, serão gradualmente colocados nas turmas a partir de outubro, de acordo com a ordem de inscrição.

“A importância deste curso de formação profissional é enorme para quem está começando. Vamos oferecer toda a base e capacitar, em todos os sentidos, os novos mecânicos que entrarão no mercado. A ideia é preparar pessoas que façam a diferença e que ofereçam o melhor atendimento possível”, explica ele Henrique.

Aprovados Projeto Escola Park Tool Inside

Claudinei de Oliveira Silva
Cristian Alfredo da Silva Espinoza
Emílio Lopes de Vasconcelos
Isaac Marinho da Silva Salim
José Wellington da Mata
Leilla Mirtes Reis Miranda
Matheus Rodrigo Godoi de Oliveira
Rogério Tarcísio dos Santos