Escola Park Tool é garantia de qualificação para mecânicos

Henrique Zompero, no centro, durante aula na Escola Park Tool
Fotos de divulgação
O mercado brasileiro de bicicletas está em franca expansão. O número de pessoas que utiliza a bicicleta como opção de lazer e meio de transporte aumentou a olhos vistos em todas as regiões do Brasil. Nas grandes cidades, as ciclovias e ciclofaixas recreativas atraem milhares de ciclistas nos finais de semana e a malha cicloviária só tende a aumentar nos próximos anos.
Escola Park Tool é garantia de qualificação para mecânicos com a mão na massa
Com a mão na massa
Naturalmente, esse mercado em crescimento exige um maior número de profissionais capacitados para atender a demanda de bicicletas que, a cada dia, trazem novas tecnologias. As bicicletas atuais, mesmo as de nível de entrada e de menor valor, já saem de fábrica com componentes sofisticados como freios a disco, suspensões e amortecedores, pneus sem câmara e até equipadas com câmbios eletrônicos de até 33 marchas.
Alunos Recebendo instruções
Nesse cenário, é fundamental ao profissional que atua na área de mecânica de bicicletas se qualificar e se manter atualizado para atender a clientela existente e expandir seus serviços para novos clientes.
Desde 2013 a cidade de São Paulo conta com a Escola Park Tool (www.escolaparktool.com.br), a primeira na América Latina. A Park Tool é uma consagrada marca norte-americana de ferramentas específicas para bicicletas e que são sinônimo de precisão e alta qualidade. Os cursos têm o objetivo de padronizar o uso de ferramentas e procedimentos para estabelecer um padrão de qualidade mundial na manutenção e reparo de bicicletas.

O conteúdo da formação do aluno está dividido em módulos. São oito módulos no total. O aluno começa com o módulo iniciante, depois o intermediário e conclui com o módulo avançado. “Nos três primeiros módulos, o aluno já se torna independente para fazer a manutenção na própria bike”, explica Henrique Zompero, fundador da Escola Park Tool no Brasil.
O aluno pode ampliar os conhecimentos com os módulos de relação, suspensão, freio hidráulico e mecânico, montagem de rodas, bike fitting e sistemas eletrônicos de transmissão, que abrange os novos grupos eletrônicos Di2 e similares. No módulo de relação, por exemplo, o aluno aprende na prática a manutenção em grupos com a tecnologia Shimano Shadow Plus, cada vez mais comum nas bikes de preço intermediário.
Alunos Certificados
Dono de bike shop em Mogi Guaçu, Daniel Donega mostra certificado após quatro meses de aulas.
Retorno
No final de cada módulo todo aluno recebe um certificado com os tópicos estudados relacionados no verso e recebe um formulário onde avalia diversos aspectos da escola. Os cursos da Escola Park Tool receberam mais de 90% de aprovação pelos alunos já formados.
Depois de se qualificar com os módulos de especialização, o aluno cumpre um estágio de 40 horas numa oficina parceira e é avaliado individualmente. Os aprovados recebem o Certificado Park Tool, com reconhecimento mundial e que traz informações detalhadas sobre a carga horária e os tópicos abordados. No total, um profissional formado pela Escola Park Tool teve pelo menos 106 horas de aulas.
Para se qualificar como mecânico profissional, o investimento é de R$ 3.300,00 e o aluno consegue concluir os módulos em até 25 dias, dependendo da agenda de cada um. Há também a possibilidade de se estudar à noite ou mesmo somente nos fins de semana.
“Esse investimento volta rápido. Em pouco mais de dois meses de trabalho o profissional já tem o retorno do dinheiro investido na qualificação. O mercado brasileiro está precisando muito de mecânicos com conhecimentos atualizados e o emprego é praticamente certo”, afirma Zompero.
A Escola Park Tool já formou mais de 40 profissionais e a maioria já atua na área, alguns com lojas próprias e outros como funcionários de bike shops e oficinas. É o caso do paulista Daniel Donega, de 32 anos, que fez todos os módulos e se formou no mês de julho de 2014 após quatro meses de estudos na Escola Park Tool. Enquanto se qualificava, Donega cuidava da abertura de sua bike shop, a Pedal Life (www.pedallife.com.br) de Mogi Guaçu, no interior de São Paulo, que tem uma clientela de perfil bastante variado, de ciclistas que usam a bike como locomoção e lazer até competidores de nível mais avançado.
“Valeu muito a pena o investimento no curso. Eu sempre andei de bike e quis me aprofundar na parte de mecânica. Agora tenho conhecimento técnico para orientar meu funcionário”, contou Donega, que se orgulha da única bike shop na região com qualificação e oficina montada inteiramente com ferramentas e com o padrão de serviços internacional da Park Tool.

Padronização de procedimentos com a mecânica Park Tool
Suporte após o curso
A Escola Park Tool oferece um serviço inédito de suporte grátis para todos os ex-alunos. O site traz umapágina dedicada a facilitar o contato entre os profissionais formados e clientes potenciais que buscam seus serviços.
Qualquer um pode clicar na página dos alunos formados para saber qual a especialidade de cada um e onde está localizado cada mecânico. Assim, um especialista em suspensão ou em grupo eletrônico que more em determinada cidade será facilmente encontrado por ciclistas e oficinas em busca de profissionais com aquela especialização.
“Esse serviço de suporte que damos serve para que o profissional formado pela Escola Park Tool entre no mercado de trabalho de maneira fundamentada”, conta Zompero.
SAIBA MAIS:
www.escolaparktool.com.br
facebook.com/escolaparktool

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *