Dicas do campeão: no top do ranking, mecânico de bicicletas aponta 3 diferenciais para se tornar referência no mercado

Em qualquer profissão é comum nos inspirarmos em pessoas que são referência no que fazem. Para quem é mecânico de bicicletas, não é diferente. Por isso falamos com o campeão do ranking do Selo de Qualidade para passar algumas dicas que podem ajudar a quem trabalha em oficinas ou possui uma loja de bicicletas com serviço de manutenção e mecânica. 

Tetracampeão do ranking que avalia os melhores mecânicos de bicicleta, Vinícius Oliveira sabe que se tornar um mecânico de bike reconhecido no Brasil não é nada fácil. É necessário muito conhecimento, atualizações constantes e, acima de tudo, muito comprometimento com os clientes, para entender e atender suas necessidades. 

Então, dá uma olhada nas dicas que o nosso mecânico campeão separou para você que deseja melhorar seu serviço e estar mais capacitado para os desafios. 

Capacitar-se e buscar atualizações no mercado 

Capacitação é palavra de ordem em qualquer profissão. Quando falamos em mecânica de bicicletas, também. Hoje não há mais espaço para o profissional que não busca o conhecimento na área em que atua. Claro que o talento, a paixão e a experiência do dia a dia contam muito. Mas nada supera o conhecimento técnico, o estudo, a prática. Ou seja, a capacitação. Ela é capaz de preparar o profissional para o mercado e para gerir o seu próprio negócio. 

Se você quiser uma analogia, pense numa pessoa que trabalha num restaurante e faz comida. Esta pessoa pode fazer a comida mais deliciosa do mundo, ter o talento e vocação para a coisa, mas imagine só se ela buscar o conhecimento e a capacitação, como um curso de gastronomia? Com certeza se tornará um profissional de primeira linha, pois conhecimento nunca é demais! 

Buscar referências no mercado 

O bom mecânico conhece como ninguém o que acontece no segmento que atua. E isso é um dever de casa, você precisa saber quais são as tendências, as novidades, os principais produtos e marcas do mercado, assim como ferramentas que possuem a melhor qualidade para executar os serviços com excelência.  

Saber de tudo isso dá ainda mais credibilidade para o mecânico que, com seu conhecimento, será capaz de passar a confiança necessária para o ciclista, dando dicas valiosas sobre os mais diversos assuntos do universo ciclístico e da mecânica de bicicletas.  

Jamais fazer a tal da gambiarra 

É, esse tempo também já passou. Chega de gambiarra! Padrões, manuais e procedimentos existem para serem seguidos e não é à toa que foram criados pelos fabricantes dos mais diversos produtos, peças, ferramentas e componentes de bicicleta. 

Por isso, para manter um bom padrão de serviço e ser reconhecido pelo seu trabalho é imprescindível executar da maneira correta as manutenções, seguindo os protocolos que foram passados pelos fabricantes. Isso proporciona uma qualidade ainda maior ao serviço, além de levar segurança para o ciclista, que consegue, sim, ver quando o mecânico é realmente capacitado ou não. 

 

E aí, gostou das dicas do campeão? Com mais de 250 pessoas avaliando seu serviço como “ótimo”, Vinicius Oliveira conquistou o primeiro lugar do ranking Selo de Qualidade, em junho.  

Ele conseguiu o reconhecimento e hoje colhe os frutos, depois de ter se capacitado na Escola Park Tool, onde fez o curso de Formação Profissional – que totaliza 96 horas de aula presencial e aproximadamente 40 horas de estágio, oferecendo, ainda, o certificado internacional de Mecânico Profissional Certificado pela Park Tool, válido em todos os países do mundo. Inscreva-se, também, e descubra novas oportunidades!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *