Suspensão de bike: não vacile, se der problema, leve a um mecânico especialista

Um dos componentes mais tecnológicos do universo ciclístico, a suspensão de bike merece uma atenção muito especial na hora de ajustá-la. É gigante o número de ciclistas insatisfeitos com o trabalho mal feito por mecânicos que achavam que reparar e fazer a manutenção de uma suspensão de bike fosse algo simples e fácil. Então, fuja da estatística e fique ligado nas dicas.

Para evitar dores de cabeça com serviços mal feitos na sua suspensão, a dica: procure um mecânico profissional capacitado, alguém especialista em suspensão de bike. Para ele sim, se comprovadamente qualificado com cursos sobre suspensão, será fácil ajustar sua suspensão de acordo com o seu perfil de uso.

Por que um mecânico especialista?

Você deve levar sua bike para um especialista em suspensão de bike. Somente ele, ainda mais se for capacitado pela Escola Park Tool – que oferece 3 tipos de cursos diferentes focado em suspensões (Fox, Manitou e Rock Shox) – poderá entender o seu perfil e ajustar a suspensão perfeitamente, sob medida para o seu objetivo.

E, para isso é necessário estudo, muito estudo, para entender o funcionamento desta peça. Por ser um ponto extremamente complexo e personalizado, para entregar principalmente mais performance ao ciclista e atleta, a suspensão precisa de ajustes internos e minuciosos do SAG. E isso varia de acordo com cada marca e fabricante, que têm suas próprias particularidades e instrução de manuseio em seus manuais.

E o que muda para a oficina ou loja de bicicleta ter um mecânico especialista?

Para o administrador da Bike Tech, Caetano Zammataro, ter um especialista em suspensão de bike dentro da sua equipe de mecânicos “não só aumenta a demanda do serviço, mas permite que o mecânico abra mais sua percepção na hora de procurar por problemas. Ele também é capaz de passar mais segurança ao cliente uma vez que este percebe a segurança do mecânico ao falar sobre determinado problema ou solução”.

Uma das grandes deficiências dos profissionais de oficinas mecânicas é não conhecer o produto a fundo, e principalmente não saber os serviços que podem ser oferecidos e executados em determinadas peças e componentes.

“A grande dificuldade das suspensões, é que não basta conhecer apenas uma marca. Cada marca tem sua peculiaridade, tecnologia e ferramental apropriado. E isso só se compreende após a capacitação”, explica Caê.

O que a Escola Park Tool oferece?

Nada mais nada menos do que conhecimento prático e teórico das principais marcas de suspensão de bike do mundo. A proposta dos cursos de especialização em suspensão é promover a expertise do aluno e estimular o raciocínio de que cada atleta e cada ciclista amador tem um jeito de pedalar e um determinado uso da suspensão.

Por isso, entender exatamente o que o cliente deseja é o grande diferencial, além é claro de compreender os detalhes de cada modelo e marca de suspensão, para oferecer o melhor atendimento e serviço de reparo possível.

Busque conhecimento e capacitação: acesse o site da Escola Park Tool e veja a gama de cursos disponíveis para ciclistas e mecânicos que estão em busca da qualificação em mecânica de bikes.

Shimano Fest: Desafio Mecânico coloca à prova os conhecimentos técnicos dos melhores mecânicos de bicicletas do Brasil

Entre os dias 14 e 16 de setembro, a Escola Park Tool marca presença no maior e mais divertido festival de bicicletas do país e promove, pela terceira vez seguida, o Desafio Mecânico dentro do Shimano Fest. Acontece em São Paulo, no Memorial da América Latina, o evento que abre as portas, de forma gratuita, para os profissionais do setor, lojistas, mecânicos e também os amantes e apaixonados por bicicleta.

Conhecimento, eficiência e agilidade serão requisitos primordiais para os competidores, mecânicos formados na Escola Park Tool que concluíram o módulo de Formação Profissional.

O Desafio Mecânico acontece domingo, dia 16, no espaço da Magura (número 67) e será dividido em duas etapas e promete muita emoção durante a Shimano Fest. Com aproximadamente 8 mil reais em prêmios, que ninguém vai querer deixar passar, os mecânicos profissionais terão pela frente provas bem desafiadoras, que nunca foram feitas. Para isso, colocarão à prova todo aprendizado, conhecimento e experiência adquiridos ao longo do tempo.

A competição acontece no espaço da Magura tenda número 67.

Serão 3 competidores: o atual primeiro lugar do ranking Selo de Qualidade referente ao mês de agosto, Iedo de Carvalho; e o primeiro e segundo melhores colocados do mesmo ranking, contabilizados entre 01 e 14 de setembro. Confira o regulamento completo aqui: https://goo.gl/forms/kZVV8LSR6DDbnGgx2.

“Estamos bem contentes de estarmos envolvidos na organização deste desafio, pois mostra o reconhecimento por parte do distribuidor e parceiro. É mais um voto de confiança que o mercado aplica na Escola Park Tool e que dá visualização aos mecânicos formados na Escola”, comemora Zompero.

Premiação

1º Lugar: Kit de Ferramentas Park Tool PK-3
2º Lugar: Kit de Freio Magura Mt Trail Sport
3º Lugar: Cortador de Pizza Park Tool PZT-2

As duas etapas do Desafio Mecânico serão exibidas ao vivo nas redes sociais da Escola Park Tool, promovendo ainda mais visibilidade aos mecânicos formados na instituição que melhor capacita e qualifica ciclistas, lojistas e profissionais de mecânica de bicicleta.

Facebook: https://www.facebook.com/escolaparktool/

Instagram: https://www.instagram.com/escolaparktool/

Serviço – Shimano Fest 2018
Data: 14 a 16 de setembro
Horários:
Sexta-feira (14): exclusivo para imprensa, lojistas e profissionais do setor – 10h às 20h.
Sábado (15): Festival aberto ao público – 10h às 20h.
Domingo (16): Festival aberto ao público – 10h às 17h.
Local: Memorial da América Latina
Endereço: Rua Tagipuru – Portão 02 – Barra Funda – São Paulo (SP)
Entrada: Gratuita – Contribua com 1 kg de alimento não perecível, que será doado para instituições filantrópicas.

Aprenda a melhorar a gestão da oficina de bicicleta com o Bike Conecta

Com a exigência dos consumidores aumentando, uma boa gestão do seu negócio pode significar estar um passo à frente dos concorrentes, fazendo você conquistar credibilidade dos clientes. Afinal, uma administração efetiva reflete diretamente na qualidade dos serviços que são ofertados: através dela é possível otimizar uma série de fatores, como entradas e saídas, produtos em estoque, ordens de serviço, nota fiscal e alertas sobre as manutenções de bicicletas.

E, já que falamos de gestão, você conhece o Bike Conecta? Ele é um sistema completo para o controle de sua bicicletaria, bike shop ou oficina de bicicleta, auxiliando a administrar a gestão do seu negócio de maneira mais eficiente e organizada, com serviços automatizados que otimizam sua rotina de trabalho. Assista ao vídeo em que o diretor de ensino e fundador da Escola Park Tool Henrique Zompeiro fala dos benefícios que o software traz para a gestão das empresas.

Ranking dos mecânicos: conheça o número 1 do país em janeiro

O Selo de Qualidade é um projeto da Escola Park Tool que tem por objetivo desenvolver o mercado brasileiro de bicicletas, especialmente quando o assunto é manutenção. O ranking dos mecânicos aponta quem foi o que ofereceu o melhor atendimento dentre todos os alunos: em janeiro, a honra de ser o número 1 coube a Vinicius Oliveira, da Vinibike, em Itapeva-SP.

Com 141 avaliações ótima e 1 avaliação boa, ele ficou em primeiro lugar no ranking Selo de Qualidade em janeiro. Conversamos com ele, que tem 6 anos de experiência como mecânico, para saber a opinião dele sobre o ranking, o que considera importante para o mecânico e muitas outras coisas. Confira abaixo!

selodequalidadeJAN18-2

Escola Park Tool: Primeiramente, parabenizamos você por ter sido o ganhador do mês de janeiro no ranking do Selo de Qualidade. Qual a sua opinião sobre essa iniciativa com mecânicos formados?

Vinicius Oliveira: Considero que foi uma ótima iniciativa da Escola, permitindo ao mecânico saber como estão sendo realizados os serviços prestados por ele. Encarei o ranking como uma meta, para melhorar ainda mais o nível dos meus serviços. Hoje praticamente todos os clientes que passam pela oficina respondem à pesquisa de satisfação, se tornou um hábito.

Qual é o principal conceito aplicado na comercialização dos seus serviços?

A qualidade e transparência nos serviços, sempre seguindo as especificações dos fabricantes, utilizando ferramentas específicas e sendo honesto com os clientes sem forçar troca de peças desnecessárias, explicando detalhadamente cada tipo de serviço.

Quantos módulos de especificação você já fez? E por que você os fez?

Fiz 13 especializações na Escola Park Tool e pretendo fazer mais. Fiz para ter um serviço de total qualidade, saber o que estou fazendo, e também fazer serviços diferenciados como suspensão dianteira, shock traseiro, Di2 e ter acesso a peças de reposição e muito mais.

Por que você acha que ficou em primeiro lugar do ranking em janeiro?

Acredito que pela qualidade no serviço prestado e a confiança que os clientes depositaram. É muito bom ver as bikes sem problemas, fazendo a alegria de seus donos. É uma satisfação muito grande saber que o nosso trabalho está dando resultado. Pretendo terminar todos os cursos da Escola Park Tool, trabalhando sempre para melhorar o nível dos serviços.

Para maiores informações, fale com

Vinicius Oliveira Escola Park Tool
Facebook: facebook.com/vinibike Facebook: facebook.com/escolaparktool
Instagram: @vini_bikeshop Instagram: @escolaparktool
Endereço: Rua Cornélio Vieira da Cruz, 603 – Itapeva – São Paulo Endereço: Rua Sargento José Spessoto, 25 – Vila Mariana – São Paulo

 

A Escola Park Tool está no Brasil desde 2013 e tornou-se referência em qualificação profissional. Com cursos de mecânica especializados, a Escola trabalha com módulos de especialização em cicloturismo, oficina especializada, especialista em suspensão e qualificação profissional. Possui módulos que funcionam para ciclistas amadores, lojistas do mercado de bicicletas e mecânicos interessados em atualização. É um curso moderno e totalmente alinhado com as novas tecnologias do mercado.

Como melhorar o atendimento ao cliente na sua loja de bicicletas e faturar mais

Todo final de ano é a mesma coisa: a gente se programa para fazer coisas que não fez na data que se encerra e promete que o ano seguinte será melhor. Acontece que se não tivermos ações práticas, nada vai mudar. Para lojistas e mecânicos de bicicleta, a qualificação pode ser a chave para melhorar o atendimento ao cliente e fazer de 2018 um ano melhor em todos os sentidos.

Apenas a força de vontade não é suficiente para evoluir. Profissionais verdadeiramente capacitados fazem a diferença no seu negócio. Na formação da Escola Park Tool, o aluno aprende muito mais do que “apenas” conhecer os segredos da bicicleta. No curso de qualificação profissional, reconhecido internacionalmente, você aprende também a atender clientes  de forma ética e responsável. E isso pode trazer benefícios financeiros ao seu negócio. Veja como:

Atendimento ao cliente: é claro que contar com conhecimento técnico é fundamental. Mas o trabalho de um mecânico é também lidar com pessoas, no caso o dono da bicicleta. Por isso, os cursos da Escola Park Tool também capacitam o profissional a se apresentar da forma correta e defender seu ponto de vista – sempre tendo como meta atender às necessidades do cliente da melhor maneira possível.

Tendo padronização dos processos e utilizando métodos eficientes de atendimento ao cliente, a tendência é de que você conquiste o consumidor pela sua oficina de bicicleta.

Conhecimento gera fidelização: muitas pessoas comparam a oficina mecânica de uma loja de bikes a uma cozinha. Afinal, fazendo bons pratos e atendendo o cliente de maneira eficaz, o cliente quer voltar ao restaurante – isso é fidelização.

O mesmo pode acontecer na sua loja: para o ciclista, a bicicleta é seu bem mais precioso, e se o mecânico mostrar conhecimento em freio hidráulico, rodas, suspensão, Di2 eletrônico (todos módulos do curso de formação) e ainda por cima fizer um atendimento que gere confiança… Esse cliente não vai largar o mecânico e sempre voltará na sua loja.

Se tornar referência: ninguém quer ter uma oficina de bicicletas que seja conhecida pelo apelido de “boca de porco”. Só a qualificação e o conhecimento podem fazer com que isso não aconteça com você e sua oficina. Um mecânico capacitado agrega valor e credibilidade ao seu negócio.

Mais do que isso: pela qualidade de serviço prestado, seu negócio pode virar referência. Isso gera credibilidade e atrai cada vez mais clientes, que buscam confiança, segurança e eficiência.

 Pra melhorar o atendimento ao cliente e, ainda por cima, incrementar o faturamento da sua loja e da sua oficina, a qualificação é a melhor pedida. O curso de formação profissional da Escola Park Tool tem 93 horas de aulas presenciais e é o melhor investimento que você pode fazer pelo seu negócio.  Clique aqui e conheça todos os detalhes: https://goo.gl/yRv6Q1.

Quer saber mais? Fique de olho no nosso Facebook e no Instagram.

 

A Escola Park Tool está no Brasil desde 2013 e já formou mais de 6.000 alunos. O curso possui dez módulos diferentes e todos eles funcionam para ciclistas amadores, lojistas do mercado de bicicletas e mecânicos interessados em qualificação profissional. É um curso moderno e totalmente alinhado com as novas tecnologias do mercado.

Oficina de bicicleta: por que você precisa encontrar um mecânico de confiança

Praticamente todo mundo que pedala já passou por isso: entrar em uma oficina de bicicleta qualquer e, ao invés de resolver o problema, apenas gastar dinheiro e continuar com a bike mal ajustada. Até manutenções relativamente simples, como resolver folgas do movimento central, podem trazer situações desagradáveis para os ciclistas – seja em uma trilha ou no pedal pela cidade.

A solução para isso é encontrar um mecânico de confiança. Aquele profissional que não fica forçando situação para você gastar mais ou, pior ainda, que inventam problemas que não existem. Por isso, conhecer a qualificação de um mecânico é de suma importância.

Faça um exercício mental: você faria uma consulta em um médico que não tem formação profissional? Se a resposta é não, porque faria isso com a sua bicicleta? Afinal, uma bike mal ajustada pode não só deixar você na mão, mas também causar acidentes e causar problemas físicos em você.

“A mecânica de bicicletas exige conhecimentos técnicos que são ensinados em cursos especializados. O embasamento teórico acelera e fortalece muito o aprendizado da mecânica. Conhecimentos como interferência mecânica, características físicas dos materiais, metrologia e sistemas hidráulicos são alguns dos temas ensinados em cursos, e que um mecânico que não estuda demora mais a assimilar. É importante o mecânico passar por uma qualificação profissional competente e séria”, comenta Marcelo Maciel, diretor da Proparts e presidente da Aliança Bike.

A qualificação profissional na Escola Park Tool, por exemplo, tem certificado internacional, válido no mundo inteiro. Ou seja: o mecânico formado nos cursos da Escola têm domínio completo em uma oficina de bicicleta, com conhecimento técnico, experiência e comprometimento.

Murilo Casagrande, do projeto Aromeiazero, acha fundamental que o ciclista exija um pouco mais do atendimento que recebe dentro de uma oficina de bicicleta.

“É essencial, inclusive, do ponto de vista da segurança. Costumo dizer que não adianta usar capacete e não ter o freio perfeito. Acho importantíssimo que o conhecimento seja muito mais técnico e normatizado do que apenas achismo e arrogância, que cansamos de ver por aí”, comenta

 

Selo de qualidade

A preocupação com o atendimento faz parte dos cursos da Escola Park Tool. Amecânico que trabalha em uma oficina de bicicleta e se formou nos nossos cursos recebem um Selo de Qualidade. Através deste Selo, você pode dar uma nota ao atendimento realizado por ele – e, desta forma, ajudar os demais ciclistas a conhecer melhor o profissional e saber o que esperar dele.

Selo de Qualidade

Quer saber mais? Fique de olho no nosso Facebook e no Instagram.

 

A Escola Park Tool está no Brasil desde 2013 e já formou mais de 6.000 alunos. O curso possui dez módulos diferentes e todos eles funcionam para ciclistas amadores, lojistas do mercado de bicicletas e mecânicos interessados em qualificação profissional. É um curso moderno e totalmente alinhado com as novas tecnologias do mercado.

Por que um bom mecânico de bicicletas é importante?

Foto: Pedro Cury

Habilidade técnica, dedicação e qualificação profissional. Este tripé é fundamental para quem quer entender de mecânica de bicicletas. Mas por que é importante contar com um bom mecânico para a sua bike? Contar com um profissional de confiança – e até saber qual a formação do especialista – pode fazer muita diferença no desempenho e na segurança de quem pedala.

Mas, na prática, que diferença faz alguém que tenha qualificação e que conheça todos os detalhes e segredos da mecânica de bicicletas? Para quem pedala constantemente, faz muita diferença.

A atleta olímpica Raiza Goulão, um dos principais nomes do mountain bike brasileiro, diz que já passou por algumas dificuldades com isso – como qualquer ciclista, né?! Hoje, entende perfeitamente o que um especialista em mecânica de bicicletas pode fazer por ela.

“Quem pedala precisa ter o equipamento impecável, em ótimas condições. Quando você tem um mecânico de confiança, que está sempre atualizado e investindo em cursos, facilita demais. Entro nas provas só pensando em pedalar e nada mais”, diz a atleta.

A análise dela é corroborada por Willian Cruz, editor do site Vá de Bike. Ele tem a bike como principal meio de transporte pelas ruas de São Paulo, indo a compromissos profissionais e pessoais pedalando. E diz que já passou por situações desagradáveis em oficinas mecânicas de bicicleta.

“Encontrei mecânicos que ficam forçando situação para o cliente gastar mais, inventando problemas que não existem e exagerando em pequenas coisas que não demandam troca. Já deixei de ir em várias oficians por conta disso”, comenta.

Infelizmente esse problema não acontece só com ele, a gente sabe disso. Por este motivo é importante saber das qualificações do profissional a quem confiamos a nossa bicicleta (para quem é mecânico, recomendamos este texto aqui).

Depois de passar por maus mecânicos, hoje Willian tem clara a importância de deixar a bike em um profissional de confiança.

“O bom mecânico é aquele que tem um conhecimento técnico profundo, mas que também se esforça em conhecer a realidade de uso do cliente para sugerir mudanças de configuração da bicicleta. Às vezes, um pneu diferente, um câmbio de outro tipo ou até uma mesa mais alta fazem bastante diferença”, diz Willian.

O que a gente aqui na Escola Park Tool concorda demais, e inclusive fala disso nos nossos cursos: mais do que conhecimento técnico, é importante entender de gestão e da realidade dos ciclistas.

mecânica de bicicletas

Para Giancarlo Clini, diretor da IGP Sports (que distribui a Scott no Brasil), um mecânico é importante para quem pedala a lazer, para quem usa a bicicleta como meio de transporte e, claro, também para atletas.

“Um bom mecânico garante a durabilidade da bicicleta, fazendo manutenção preventiva e evitando desgaste prematuro dos componentes. Uma bike bem cuidada é uma bike confiável”, explica ele.

Raiza ainda complementa dando a dica: revise sua bicicleta (em um mecânico qualificado, claro) uma vez ao mês. “Minha sugestão é uma vez ao mês para quem pedala constantemente. Assim sua bicicleta vai estar sempre pefeita pra você”.

Quer saber mais? Fique de olho no nosso Facebook e no Instagram.

A Escola Park Tool está no Brasil desde 2013 e já formou mais de 2.000 alunos. O curso possui dez módulos diferentes e todos eles funcionam para ciclistas amadores, lojistas do mercado de bicicletas e mecânicos interessados em qualificação profissional. É um curso moderno e totalmente alinhado com as novas tecnologias do mercado.

Escola Park Tool promove qualificação nos dois maiores eventos do mercado de bicicletas do Brasil

A Escola Park Tool começa o mês de outubro com o seguinte balanço: a participação de sucesso nos dois maiores eventos de bicicleta da América Latina: Shimano Fest e Brasil Cycle Fair 2017. Tanto no festival, quanto na feira, a instituição conquistou seu objetivo ao compartilhar conteúdo técnico sobre a mecânica de bike – além de fomentar a qualificação e a certificação por meio de desafios e competições interativas com o público.

Desafio Mecânico no Shimano Fest 2017

Com um nível técnico mais elevado e provas mais equilibradas, o Desafio Mecânico foi uma das atrações no evento do Jockey Club, zona sul da capital paulista. Mais do que premiar os três primeiros colocados com kits de ferramentas da Park Tool, a escola conseguiu promover, estimular e valorizar a capacitação e o mecânico qualificado durante o Shimano Fest.

“Uma experiência sensacional. Eu poderia ficar na última colocação, mas faria acontecer e não deixaria de cumprir minha parte. Fui, fiz minha parte e entreguei. Mesmo com o nervosismo, deixando o cubo com um pouco de folga, eu não desisti e cumpri o que tinha que cumprir. E mais: no ano que vem estarei lá de novo”, conta Vanusa Lemos Toledo, que veio de Santos-SP com torcida organizada para encarar o desafio.

Final Desafio Mecânico

Arena Bike Ajuda na Brasil Cycle Fair 2017

O propósito inicial era promover em parceria com o Bike Ajuda uma série de cursos de mecânica básica para o público presente durante a principal feira de bicicleta da América Latina. Porém, a escola foi além e – em parceria com a Intac – desenvolveu alguns pequenos desafios durante o evento.

“Recebi um equipamento novo na caixa e tive que seguir o manual para instalar da forma correta no tempo de 20 minutos. Depois, eles iam analisar se estava configurado e instalado na bike da forma certa. Recebi algumas dicas, venci e estou levando para casa um velocímetro”, disse Luis Felipe Santos, que visitou a feira pela primeira vez.

Para Caíque Pereira, instrutor técnico da Escola Park Tool, público que compareceu à Arena Bike Ajuda aprendeu muito com o conteúdo passado pelos instrutores.

“Esses cursos foram voltados ao consumidor final, para demonstrar mesmo como é o dia a dia do mecânico de fazer uma manutenção de bikes e saber como fazer e por que fazer. Então, o tempo também é importante”, disse, referindo-se à limitação de minutos do desafio.

Como a primeira escola especializada na formação e capacitação de mecânicos da América Latina e a única a oferecer certificação internacional, nós não poderíamos ficar de fora.

Por meio desses grandes eventos conseguimos divulgar e apresentar a importância da valorização do profissional capacitado. E, como esses pequenos detalhes que os nossos alunos aprendem em sala, podem fazer a diferença na manutenção preventiva ou corretiva.

Enfim, o que podemos esperar da Escola Park Tool ano que vem? Esperamos que maiores desafios e ainda mais conteúdo novo para nossos alunos.

Cycle Fair oficina

Quer saber mais sobre tudo o que aconteceu na Escola Park Tool? Entre no site www.escolaparktool.com.br e fique de olho nas nossas redes sociais.

A Escola Park Tool está no Brasil desde 2013 e já formou mais de 2.000 alunos. O curso possui dez módulos diferentes e todos eles funcionam para ciclistas amadores, lojistas do mercado de bicicletas e mecânicos interessados em qualificação profissional. É um curso moderno e totalmente alinhado com as novas tecnologias do mercado.

Conteúdo e desafios técnicos: Escola Park Tool participa do Shimano Fest e da Brasil Cycle Fair

O mês de setembro começou corrido e cheio de compromissos na Escola Park Tool. A instituição especializada na capacitação e qualificação de mecânicos de bike participará dos dois maiores eventos do mercado de bicicletas das Américas: o Shimano Fest, de 14 a 17, no Jockey Club, e a Brasil Cycle Fair, de 22 a 24, no São Paulo Expo, ambos na capital paulista.

De conteúdo e palestras a desafios técnicos e prêmios exclusivos, saiba como acontecerá a participação da Escola Park Tool durante os dois eventos neste mês de setembro:

Shimano Fest

Pelo segundo ano consecutivo, a instituição – em parceria com a Shimano – é responsável pela organização e realização do Desafio Mecânico dentro do Shimano Fest, competição dividida em três fases que premiará o profissional mais ágil e eficiente na disputa. Para participar, o mecânico de bicicleta deve ter completado todos os módulos do Shimano S-TEC ou a formação profissional com 10 módulos da Escola Park Tool.  Veja as datas e os horários das provas:

Eliminatória: 16/9 – sábado – às 11h

Semifinal: 16/9 – sábado – às 14h

Repescagem: 17/9 – domingo – às 11h

Final: 17/9 – domingo – 14h

O vencedor do Desafio Mecânico leva para casa um kit PK-2 exclusivo da Park Tool com um ferramental completo e valor estimado em R$ 8.500. O vice-campeão será premiado com um kit Park Tool AK-2 (R$ 3.200) e o terceiro receberá um SK-2 completo (R$ 1.200).

Brasil Cycle Fair

Em parceria com o Bike Ajuda, a Escola Park Tool ministrará cursos de capacitação e qualificação de mecânica básica de bicicleta durante a Brasil Cycle Fair. As oficinas acontecerão em quatro horários diferentes: das 13h às 22h, na sexta (22) e no sábado (23), e das 13h às 20h, no domingo (24).

O Bike Ajuda e a Escola Park Tool também prepararam desafios que serão lançados via aplicativo no decorrer do evento. Aqueles que conseguirem solucionar esses desafios receberão brindes surpresas das marcas.

Acompanhe nas redes sociais as novidades e parcerias da Escola Park Tool. Você pode conferir fotos, vídeos, notícias e todas as informações da única escola da América Latina com certificado reconhecido internacionalmente.

A Escola Park Tool está no Brasil desde 2013 e já formou mais de 2.000 alunos. O curso possui dez módulos diferentes e todos eles funcionam para ciclistas amadores, lojistas do mercado de bicicletas e mecânicos interessados em qualificação profissional. É um curso moderno e totalmente alinhado com as novas tecnologias do mercado.

Escola de mecânica de bicicleta abre vagas em curso exclusivo para mulheres

A partir de agosto, o público feminino ganha mais um motivo para conhecer e aprender mais sobre bicicletas. Referência nacional em cursos de mecânica, a Escola Park Tool abriu vagas para o primeiro curso exclusivo para mulheres. O primeiro módulo será o Iniciante e será bem parecido com o já existente – a diferença é que o direcionamento de conteúdo e a linguagem serão focadas no público feminino. As vagas já estão abertas.

Se o curso é o mesmo que já existe, então qual o motivo de se criar um exclusivo para mulheres? De acordo com Renata Paiva, gerente comercial da Escola Park Tool no Brasil, um dos principais motivos é quebrar o paradigma de que a oficina da bicicletaria é um ambiente masculino, além de estimular a presença feminina neste nicho.

“A mecânica não é e nem pode ser vista como algo só para homens. As mulheres precisam desse espaço, seja para quem quer aprender a mexer na própria bicicleta, seja para quem vê na mecânica uma profissão”, explicou.

Os números já mostram um aumento no percentual de mulheres que procuram este tipo de especialização. Em 2016, foram 40% mais mulheres formadas na Escola Park Tool se comparado com o ano anterior.

O curso

Antes disso, porém, receberão uma visão geral sobre vários temas relacionados à manutenção da bicicleta e também uma apresentação sobre as ferramentas que serão utilizadas. São apenas 8 vagas abertas, com duas alunas por bancada. Desta forma, todas as inscritas terão a oportunidade, de fato, de trabalhar na bicicleta.

As inscrições podem ser feitas clicando aqui e escolhendo a opção “feminino”. As aulas serão realizadas em São Paulo-SP.

O curso é indicado para qualquer mulher que queira conhecer mais sobre o funcionamento da bicicleta. O conteúdo aprendido durante o módulo é equivalente a uma manutenção preventiva de 90 dias.

 

Quer saber mais sobre os cursos da Escola Park Tool? Entre no site www.escolaparktool.com.br ou veja no Facebook www.facebook.com/escolaparktool.

 

A Escola Park Tool está no Brasil desde 2013 e já formou mais de 2.000 alunos. O curso possui dez módulos diferentes e todos eles funcionam para ciclistas amadores, lojistas do mercado de bicicletas e mecânicos interessados em qualificação profissional. É um curso moderno e totalmente alinhado com as novas tecnologias do mercado.