Por que um bom mecânico de bicicletas é importante?

Foto: Pedro Cury

Habilidade técnica, dedicação e qualificação profissional. Este tripé é fundamental para quem quer entender de mecânica de bicicletas. Mas por que é importante contar com um bom mecânico para a sua bike? Contar com um profissional de confiança – e até saber qual a formação do especialista – pode fazer muita diferença no desempenho e na segurança de quem pedala.

Mas, na prática, que diferença faz alguém que tenha qualificação e que conheça todos os detalhes e segredos da mecânica de bicicletas? Para quem pedala constantemente, faz muita diferença.

A atleta olímpica Raiza Goulão, um dos principais nomes do mountain bike brasileiro, diz que já passou por algumas dificuldades com isso – como qualquer ciclista, né?! Hoje, entende perfeitamente o que um especialista em mecânica de bicicletas pode fazer por ela.

“Quem pedala precisa ter o equipamento impecável, em ótimas condições. Quando você tem um mecânico de confiança, que está sempre atualizado e investindo em cursos, facilita demais. Entro nas provas só pensando em pedalar e nada mais”, diz a atleta.

A análise dela é corroborada por Willian Cruz, editor do site Vá de Bike. Ele tem a bike como principal meio de transporte pelas ruas de São Paulo, indo a compromissos profissionais e pessoais pedalando. E diz que já passou por situações desagradáveis em oficinas mecânicas de bicicleta.

“Encontrei mecânicos que ficam forçando situação para o cliente gastar mais, inventando problemas que não existem e exagerando em pequenas coisas que não demandam troca. Já deixei de ir em várias oficians por conta disso”, comenta.

Infelizmente esse problema não acontece só com ele, a gente sabe disso. Por este motivo é importante saber das qualificações do profissional a quem confiamos a nossa bicicleta (para quem é mecânico, recomendamos este texto aqui).

Depois de passar por maus mecânicos, hoje Willian tem clara a importância de deixar a bike em um profissional de confiança.

“O bom mecânico é aquele que tem um conhecimento técnico profundo, mas que também se esforça em conhecer a realidade de uso do cliente para sugerir mudanças de configuração da bicicleta. Às vezes, um pneu diferente, um câmbio de outro tipo ou até uma mesa mais alta fazem bastante diferença”, diz Willian.

O que a gente aqui na Escola Park Tool concorda demais, e inclusive fala disso nos nossos cursos: mais do que conhecimento técnico, é importante entender de gestão e da realidade dos ciclistas.

mecânica de bicicletas

Para Giancarlo Clini, diretor da IGP Sports (que distribui a Scott no Brasil), um mecânico é importante para quem pedala a lazer, para quem usa a bicicleta como meio de transporte e, claro, também para atletas.

“Um bom mecânico garante a durabilidade da bicicleta, fazendo manutenção preventiva e evitando desgaste prematuro dos componentes. Uma bike bem cuidada é uma bike confiável”, explica ele.

Raiza ainda complementa dando a dica: revise sua bicicleta (em um mecânico qualificado, claro) uma vez ao mês. “Minha sugestão é uma vez ao mês para quem pedala constantemente. Assim sua bicicleta vai estar sempre pefeita pra você”.

Quer saber mais? Fique de olho no nosso Facebook e no Instagram.

A Escola Park Tool está no Brasil desde 2013 e já formou mais de 2.000 alunos. O curso possui dez módulos diferentes e todos eles funcionam para ciclistas amadores, lojistas do mercado de bicicletas e mecânicos interessados em qualificação profissional. É um curso moderno e totalmente alinhado com as novas tecnologias do mercado.

Escola Park Tool promove qualificação nos dois maiores eventos do mercado de bicicletas do Brasil

A Escola Park Tool começa o mês de outubro com o seguinte balanço: a participação de sucesso nos dois maiores eventos de bicicleta da América Latina: Shimano Fest e Brasil Cycle Fair 2017. Tanto no festival, quanto na feira, a instituição conquistou seu objetivo ao compartilhar conteúdo técnico sobre a mecânica de bike – além de fomentar a qualificação e a certificação por meio de desafios e competições interativas com o público.

Desafio Mecânico no Shimano Fest 2017

Com um nível técnico mais elevado e provas mais equilibradas, o Desafio Mecânico foi uma das atrações no evento do Jockey Club, zona sul da capital paulista. Mais do que premiar os três primeiros colocados com kits de ferramentas da Park Tool, a escola conseguiu promover, estimular e valorizar a capacitação e o mecânico qualificado durante o Shimano Fest.

“Uma experiência sensacional. Eu poderia ficar na última colocação, mas faria acontecer e não deixaria de cumprir minha parte. Fui, fiz minha parte e entreguei. Mesmo com o nervosismo, deixando o cubo com um pouco de folga, eu não desisti e cumpri o que tinha que cumprir. E mais: no ano que vem estarei lá de novo”, conta Vanusa Lemos Toledo, que veio de Santos-SP com torcida organizada para encarar o desafio.

Final Desafio Mecânico

Arena Bike Ajuda na Brasil Cycle Fair 2017

O propósito inicial era promover em parceria com o Bike Ajuda uma série de cursos de mecânica básica para o público presente durante a principal feira de bicicleta da América Latina. Porém, a escola foi além e – em parceria com a Intac – desenvolveu alguns pequenos desafios durante o evento.

“Recebi um equipamento novo na caixa e tive que seguir o manual para instalar da forma correta no tempo de 20 minutos. Depois, eles iam analisar se estava configurado e instalado na bike da forma certa. Recebi algumas dicas, venci e estou levando para casa um velocímetro”, disse Luis Felipe Santos, que visitou a feira pela primeira vez.

Para Caíque Pereira, instrutor técnico da Escola Park Tool, público que compareceu à Arena Bike Ajuda aprendeu muito com o conteúdo passado pelos instrutores.

“Esses cursos foram voltados ao consumidor final, para demonstrar mesmo como é o dia a dia do mecânico de fazer uma manutenção de bikes e saber como fazer e por que fazer. Então, o tempo também é importante”, disse, referindo-se à limitação de minutos do desafio.

Como a primeira escola especializada na formação e capacitação de mecânicos da América Latina e a única a oferecer certificação internacional, nós não poderíamos ficar de fora.

Por meio desses grandes eventos conseguimos divulgar e apresentar a importância da valorização do profissional capacitado. E, como esses pequenos detalhes que os nossos alunos aprendem em sala, podem fazer a diferença na manutenção preventiva ou corretiva.

Enfim, o que podemos esperar da Escola Park Tool ano que vem? Esperamos que maiores desafios e ainda mais conteúdo novo para nossos alunos.

Cycle Fair oficina

Quer saber mais sobre tudo o que aconteceu na Escola Park Tool? Entre no site www.escolaparktool.com.br e fique de olho nas nossas redes sociais.

A Escola Park Tool está no Brasil desde 2013 e já formou mais de 2.000 alunos. O curso possui dez módulos diferentes e todos eles funcionam para ciclistas amadores, lojistas do mercado de bicicletas e mecânicos interessados em qualificação profissional. É um curso moderno e totalmente alinhado com as novas tecnologias do mercado.

Conteúdo e desafios técnicos: Escola Park Tool participa do Shimano Fest e da Brasil Cycle Fair

O mês de setembro começou corrido e cheio de compromissos na Escola Park Tool. A instituição especializada na capacitação e qualificação de mecânicos de bike participará dos dois maiores eventos do mercado de bicicletas das Américas: o Shimano Fest, de 14 a 17, no Jockey Club, e a Brasil Cycle Fair, de 22 a 24, no São Paulo Expo, ambos na capital paulista.

De conteúdo e palestras a desafios técnicos e prêmios exclusivos, saiba como acontecerá a participação da Escola Park Tool durante os dois eventos neste mês de setembro:

Shimano Fest

Pelo segundo ano consecutivo, a instituição – em parceria com a Shimano – é responsável pela organização e realização do Desafio Mecânico dentro do Shimano Fest, competição dividida em três fases que premiará o profissional mais ágil e eficiente na disputa. Para participar, o mecânico de bicicleta deve ter completado todos os módulos do Shimano S-TEC ou a formação profissional com 10 módulos da Escola Park Tool.  Veja as datas e os horários das provas:

Eliminatória: 16/9 – sábado – às 11h

Semifinal: 16/9 – sábado – às 14h

Repescagem: 17/9 – domingo – às 11h

Final: 17/9 – domingo – 14h

O vencedor do Desafio Mecânico leva para casa um kit PK-2 exclusivo da Park Tool com um ferramental completo e valor estimado em R$ 8.500. O vice-campeão será premiado com um kit Park Tool AK-2 (R$ 3.200) e o terceiro receberá um SK-2 completo (R$ 1.200).

Brasil Cycle Fair

Em parceria com o Bike Ajuda, a Escola Park Tool ministrará cursos de capacitação e qualificação de mecânica básica de bicicleta durante a Brasil Cycle Fair. As oficinas acontecerão em quatro horários diferentes: das 13h às 22h, na sexta (22) e no sábado (23), e das 13h às 20h, no domingo (24).

O Bike Ajuda e a Escola Park Tool também prepararam desafios que serão lançados via aplicativo no decorrer do evento. Aqueles que conseguirem solucionar esses desafios receberão brindes surpresas das marcas.

Acompanhe nas redes sociais as novidades e parcerias da Escola Park Tool. Você pode conferir fotos, vídeos, notícias e todas as informações da única escola da América Latina com certificado reconhecido internacionalmente.

A Escola Park Tool está no Brasil desde 2013 e já formou mais de 2.000 alunos. O curso possui dez módulos diferentes e todos eles funcionam para ciclistas amadores, lojistas do mercado de bicicletas e mecânicos interessados em qualificação profissional. É um curso moderno e totalmente alinhado com as novas tecnologias do mercado.

Escola de mecânica de bicicleta abre vagas em curso exclusivo para mulheres

A partir de agosto, o público feminino ganha mais um motivo para conhecer e aprender mais sobre bicicletas. Referência nacional em cursos de mecânica, a Escola Park Tool abriu vagas para o primeiro curso exclusivo para mulheres. O primeiro módulo será o Iniciante e será bem parecido com o já existente – a diferença é que o direcionamento de conteúdo e a linguagem serão focadas no público feminino. As vagas já estão abertas.

Se o curso é o mesmo que já existe, então qual o motivo de se criar um exclusivo para mulheres? De acordo com Renata Paiva, gerente comercial da Escola Park Tool no Brasil, um dos principais motivos é quebrar o paradigma de que a oficina da bicicletaria é um ambiente masculino, além de estimular a presença feminina neste nicho.

“A mecânica não é e nem pode ser vista como algo só para homens. As mulheres precisam desse espaço, seja para quem quer aprender a mexer na própria bicicleta, seja para quem vê na mecânica uma profissão”, explicou.

Os números já mostram um aumento no percentual de mulheres que procuram este tipo de especialização. Em 2016, foram 40% mais mulheres formadas na Escola Park Tool se comparado com o ano anterior.

O curso

Antes disso, porém, receberão uma visão geral sobre vários temas relacionados à manutenção da bicicleta e também uma apresentação sobre as ferramentas que serão utilizadas. São apenas 8 vagas abertas, com duas alunas por bancada. Desta forma, todas as inscritas terão a oportunidade, de fato, de trabalhar na bicicleta.

As inscrições podem ser feitas clicando aqui e escolhendo a opção “feminino”. As aulas serão realizadas em São Paulo-SP.

O curso é indicado para qualquer mulher que queira conhecer mais sobre o funcionamento da bicicleta. O conteúdo aprendido durante o módulo é equivalente a uma manutenção preventiva de 90 dias.

 

Quer saber mais sobre os cursos da Escola Park Tool? Entre no site www.escolaparktool.com.br ou veja no Facebook www.facebook.com/escolaparktool.

 

A Escola Park Tool está no Brasil desde 2013 e já formou mais de 2.000 alunos. O curso possui dez módulos diferentes e todos eles funcionam para ciclistas amadores, lojistas do mercado de bicicletas e mecânicos interessados em qualificação profissional. É um curso moderno e totalmente alinhado com as novas tecnologias do mercado.

Pedalar nas férias: como receber mais demanda na oficina de bicicleta

As férias escolares estão chegando e com elas o período de alta demanda em uma oficina de bicicleta. Isso porque, na busca por diversão, muita gente vai optar por deixar o carro em casa. E, assim, tirar a magrela da garagem para curtir um parque, as ciclovias ou ciclofaixas com a família. É um período muito gostoso. A bike vai além de meio de transporte no dia a dia. Ela assume a posição de fiel companheira na hora de curtir com as crianças, amigos e até viajar.

E como nós da Escola Park Tool recomendamos e até já fizemos um post no blog falando sobre o tema, antes de pegar a bicicleta nas férias, todo ciclista deve fazer uma revisão com seu mecânico de confiança.

Mas como o mecânico ou lojista está se preparando para receber essa demanda? O que fazer para garantir um atendimento rápido, mas sem deixar cair a qualidade?

Bom, a primeira medida que você precisa adotar é o planejamento. Com ele, o lojista ou mecânico consegue prever o que está por vir e apontar os caminhos para atravessar esse período de alta demanda sem perder clientes. Pergunte-se:

 

– Qual foi a demanda que você recebeu no mesmo período no ano passado?

– E a expectativa para esse ano?

– Eu tenho mão de obra e ferramentas suficientes para receber?

– Quanto eu tenho para investir, sem me arriscar demais?

 

Como em toda empresa, o planejamento vai clarear as ideias e organizar suas estratégias. Se precisará de mais colaboradores ou vai aumentar a jornada daqueles que já estão com você, lembre-se desse segundo passo: valorização. Afinal, uma equipe de confiança é a base para o crescimento de qualquer negócio.

Uma conversa individualizada mostrando o quanto seus colaboradores serão importantes nesse momento delicado, ser honesto quanto ao papel dele na equipe e valorizá-lo não só financeiramente, mas também com capacitação e conhecimento é o caminho ideal para extrair o máximo potencial daqueles que trabalham com você. Dessa maneira, o atendimento será da melhor qualidade, tornando-se uma referência no mercado.

O terceiro passo é conhecer os limites. Evite investimentos exagerados e, como costumamos dizer, “matar mosquito com tiro de canhão”. O planejamento na oficina de bicicleta vai ajudá-lo na direção certa. O que vai diminuir a chance de você gastar demais. Esse período é importante, pois investindo da maneira correta, o lojista ou dono da oficina pode aproveitar uma situação que seria delicada para transformá-la numa oportunidade de crescimento.

Essas foram algumas dicas básicas de gestão do seu negócio. Na correria do dia a dia na oficina de bicicleta, a gente pode acabar esquecendo. Mas se quiser se especializar, a Escola Park Tool fez uma parceria com Sebrae-SP que oferece uma gama completa de conhecimentos.

Quer saber mais? Fique de olho no nosso Facebook e no Instagram. Você vai poder conferir fotos, vídeos, notícias e todas as informações da primeira escola de mecânica de bicicleta da América Latina.

 

A Escola Park Tool está no Brasil desde 2013 e já formou mais de 2.000 alunos. O curso possui dez módulos diferentes e todos eles funcionam para ciclistas amadores, lojistas do mercado de bicicletas e mecânicos interessados em qualificação profissional. É um curso moderno e totalmente alinhado com as novas tecnologias do mercado.

Oficina de bicicleta: o que fazer na sua bike antes do pedal de férias

Com as férias de fim de ano chegando, os apaixonados por bicicleta já ficam pensando em que caminhos irão colocar suas bikes para rodar. Alguns vão encarar longos pedais de cicloturismo, outros vão pedalar suas estradeiras e ainda tem a turma dos que vão fazer diversas trilhas de mountain bike. Seja qual for a sua, uma coisa é certa: levar a bicicleta no seu mecânico de confiança na melhor oficina de bicicleta da sua cidade.

Pensando nisso, preparamos algumas dicas para que você saiba exatamente o que fazer – e o que não fazer – antes de encarar as pedaladas de verão.

Momento indicado para a revisão
Esta é uma época altamente recomendada para fazer uma manutenção geral na sua bicicleta. Como muita gente entra em férias, a tendência é que as pessoas pedalem mais – e em alguns casos até mesmo a sua oficina de bicicleta favorita pode estar em período de recesso.

Antes de entrar de férias, leve a sua bike em uma loja especializada. E garanta que suas férias serão curtidas ao ar livre e não dentro de uma oficina.

O que devo revisar
O mais indicado é uma manutenção geral da bicicleta. Nela, a bike é desmontada e o mecânico capacitado analisa todos os detalhes: desgastes e peças a serem substituídas para que você não tenha surpresas desagradáveis no meio do caminho.

É importante que toda a manutenção seja feita com produtos de boa qualidade. Graxas e lubrificantes adequados para os componentes da bicicleta. Atenção redobrada à lubrificação de correntes e desgastes de pastilhas e sapatas de freio.

Detalhe da corrente da bike

Atenção à lubrificação das correntes. Foto: Murilo Rezende

O que meu mecânico não deve usar
É comum a gente ver pessoas usarem produtos inadequados para lubrificação. Por exemplo desengripantes, lubrificantes à base de petróleo e graxas de baixa qualidade. Não é só ruim para a sua bicicleta, mas também é prejudicial para o meio ambiente.

Estes produtos geram desgaste excessivo e acelerado na sua bike. E, consequentemente, gerando maior custo de manutenção.

Atenção especial aos freios, pneus e correntes
É claro que toda a bicicleta precisa ser revisada antes de uma viagem de cicloturismo ou trilhas constantes. Mas três pontos merecem mais atenção: lubrificação de corrente, as pastilhas e sapatas de freio e a pressão dos pneus. Com esta manutenção mais detalhada, você diminuirá consideravelmente a chance de ter problemas ocasionados por desgaste.

Onde levo minha bike
Uma oficina de bicicleta competente é aquela que tem um mecânico capacitado (nossa dica: se ele tiver capacitação na Escola Park Tool ajuda muito). Um profissional que se especializou tem não só o conhecimento prático, mas também a teoria da mecânica de bicicleta.

Ter as ferramentas certas, somado ao conhecimento técnico, resulta em qualidade de serviço. E a garantia de que você não terá surpresas quando estiver pedalando.

Tudo certo? Então boas férias!

Curta nossa página no Facebook clicando aqui!

Aumenta procura de mulheres por capacitação em mecânica de bicicleta

Primeira escola especializada na formação e capacitação de mecânicos de bicicletas na América Latina, a Escola Park Tool registrou nesse ano um aumento no número de mulheres que procuraram o curso em relação a 2015. Segundo dados da própria escola, a quantidade de apaixonadas por bicicleta interessadas na qualificação em mecânica de bicicleta cresceu em torno de 40%.

Entre as alunas formadas pela Escola Park Tool está Fabiana Tubino, 33. Cicloativista e Bike Anjo, Fabiana nasceu em São Paulo-SP. Hoje ela mora em Recife-PE onde tem planos de inaugurar sua própria oficina especializada em mecânica de bicicleta em breve.

bike-anjo

Hoje mecânica de bicicleta, Fabiana Tubino já trabalhou como Bike Anjo em São Paulo-SP

“Cheguei à escola por indicação de outras amigas. Fiz todos os módulos e posso afirmar que o curso da Escola Park Tool é muito completo. Quando terminei, a primeira vantagem foi a independência, pois aprendi a fazer as manutenções sozinha. Depois, quando comecei a trabalhar com mecânica de bicicleta, percebi o quanto o curso dava credibilidade”, conta a profissional.

Na prática

Depois de adquirir experiência em dois lugares (trabalhando numa oficina em Moema, bairro da capital paulista, e em uma loja na capital recifense), Fabiana se sente preparada para dar um passo maior.

“Em Moema fiquei uma semana abrindo e fechando a loja. O estágio fazia parte da grade da escola e lá aprendi que não é preciso força para fazer manutenção, e sim jeito. Se forçar é porque está fazendo errado. Quando cheguei a Recife, tinha pouca experiência. Foi quando fui à Reciclobike, que é uma loja com duas sócias mulheres, e me deu uma oportunidade. Depois dessas experiências, finalmente vou abrir minha própria oficina no final desse mês”, analisa Fabiana.

20 anos de bicicleta

Outro exemplo de mulher que entrou no ramo de mecânica de bicicleta é a mineira Andressa Carvalho, 34, que mora em Ouro Preto-MG. Depois de 20 anos de sua vida dedicados à bicicleta, Andressa encontrou na Escola Park Tool o caminho para trabalhar com o que sempre sonhou.

eu-cb-2

Andressa Carvalho na sua oficina mecânica de bicicletas em Minas Gerais

“Conheci a escolha há alguns anos por um amigo. Quando fiquei sabendo, meu desejo se tornou ainda maior. Eu não sabia da existência de uma escola que ensinava a ser o que eu sempre quis ser. Aprendi tudo o que eu precisava para começar meu próprio negócio. A experiência e a atenção dos profissionais da escola me fizeram enxergar que estava no caminho certo”, diz Andressa.

Cursos disponíveis

 Tanto para homens, quanto para mulheres, a Escola Park Tool conta com mais de 10 módulos diferentes disponíveis em sua grade. Lembrando que, no Brasil, ela é a única instituição que possui reconhecimento internacional em sua formação. Saiba mais