Quer fazer do seu hobby uma fonte de renda? Torne-se um mecânico de bicicletas

Quem nunca pensou em fazer do seu hobby uma fonte de renda, que atire a primeira pedra. É, isso já pode ter passado por sua cabeça, então adiantamos: sim, é possível fazer o que gosta, ter prazer pela jornada diária e ainda ganhar dinheiro com isso. E, no caso do setor de mecânica de bicicletas é ainda mais factível.

“Um curso de capacitação e formação profissional como o de mecânica de bicicletas é a grande oportunidade de você realizar seu sonho, fazendo do trabalho um prazer, sem precisar se sacrificar pelo dinheiro fazendo o que não gosta”, afirma Henrique Zompero, diretor de ensino e fundador da Escola Park Tool.

Porém, ele enfatiza que, para a mudança de vida acontecer e o seu hobby virar uma fonte de renda, a capacitação é mais do que fundamental.

“Quanto mais capacitado, menor é o risco de dar errado. O investimento em si próprio e na oficina, assim como as ferramentas, é algo que se paga mais rápido do que se imagina, pois o uso é constante e contínuo. O que acho válido questionar é: qual é o tamanho do seu sonho e o tamanho da sua vontade de tornar o seu hobby em uma fonte de renda?”, complementa Zompero.

E você, consegue responder a estas perguntas?

Em quanto tempo o investimento retorna?

Uma das coisas mais interessantes no setor de mecânica de bicicletas é que o investimento em um curso de capacitação vai além do conhecimento: ele é revertido em renda em pouco tempo. É uma formação integral que prepara o profissional para o mercado e oferece um rápido retorno financeiro.

Na Escola Park Tool, o aluno que investe na formação tem acesso a um estudo de viabilidade econômica. Nele, é possível enxergar a realidade do mercado que o futuro profissional irá atuar para ter sua nova fonte de renda: demanda do mercado, a oferta de profissionais capacitados e muitos outros fatores são colocados numa equação que sugere ao aluno o tempo em que ele terá o retorno financeiro após o seu investimento, a variar de acordo com o curso escolhido.

O estudo de viabilidade  econômica padrão da Escola aponta que a média de retorno financeiro é de 6 a 8 meses, por módulo.

A mudança de vida por quem apostou em si mesmo

“Sempre gostei de pedalar e competir. Num determinado momento da minha vida, vi que precisava mudar de ares e fazer algo por mim mesmo. Ao enxergar alguns problemas no atendimento e prestação de serviços de mecânica, resolvi buscar conhecimento para tentar mudar essa realidade, e fiz do meu hobby a minha fonte de renda”, explica Iedo de Carvalho, mecânico formado na Escola que atua em Curitiba-PR, eleito duas vezes melhor mecânico de bicicletas do Ranking Selo de Qualidade.

Esse espírito empreendedor do Iedo foi decisivo para que ele pudesse realizar o que idealizou: aplicar o conhecimento que aprendeu em seu dia a dia, atendendo da melhor forma os ciclistas, da mesma forma que ele gostaria que fosse atendido, já que também pedala como hobby.

“Sempre tentava consertar, desde pequeno, as minhas bicicletas e as dos meus amigos. Gostava muito de ajustar os freios da bike, foi o primeiro sistema que procurei entender para eu mesmo arrumar. Depois a relação de marchas e por aí foi, mas até então fazia apenas por prazer. Hoje transformei meu hobby em minha fonte de renda, a minha profissão, trabalhando com o que realmente amo”, conta Hebert Luis Moreira Neto, de Minas Gerais, também formado pela Escola Park Tool que esteve no topo do ranking Selo de Qualidade ano passado.

É verdade, porém, que este passo adiante de tornar o seu hobby uma fonte de renda, não é tão simples. Ou, na verdade, pode não parecer tão simples. As incertezas do futuro, a coragem de investir os recursos em uma formação nova ou um negócio novo podem impedir que apostemos em uma mudança de vida.

Para trabalhar com o que gosta é preciso se mexer e dar o primeiro passo em busca da satisfação profissional. E você, está pronto para fazer do seu hobby a sua nova fonte de renda?

“Em um ano obtive lucro após ter investido em minha capacitação profissional”, afirma mecânico do mês

Muitas pessoas vivem com o receio de investir em si próprias ou em cursos de capacitação profissional. Afinal, nem sempre um investimento é certeza de retorno financeiro. Porém, se existe um segmento que permite num curto tempo obter lucro, este é o da mecânica de bicicletas. Vinicius Oliveira, eleito o melhor mecânico de fevereiro, garante: em menos de 1 ano ele teve retorno do investimento feito.

Natural de Itapeva-SP e dono da oficina Vini Bike Shop, ele foi eleito pela sexta vez o melhor mecânico do Brasil pelo ranking Selo de Qualidade – iniciativa criada pela Escola Park Tool para valorizar os profissionais do setor, gerando reconhecimento do mercado e elevando o nível do trabalho prestado aos clientes apaixonados por bikes.

CONHEÇA OS CURSOS DISPONÍVEIS E TORNE-SE UM MECÂNICO PROFISSIONAL

O retorno financeiro e o reconhecimento dos clientes

Com o conhecimento e experiência adquiridos, Vinicius afirma que teve um aumento significativo na prestação de serviços em sua loja em pouco tempo de atuação profissional. “Após um ano e depois de concluir outros cursos e especializações na Escola, tive um bom retorno financeiro do investimento que fiz em mim mesmo, o investimento que fiz na minha capacitação profissional”, explica Vinicius.

O que antes era uma aposta, hoje é uma realidade: Vinicius ganha a vida com sua oficina, e de acordo com ele foi a capacitação profissional feita na Escola Park Tool que o permitiu ser reconhecido pelo trabalho. E isso é notado tanto pelos clientes quanto por empresas do segmento, que veem um profissional pronto para atuar e solucionar problemas de mecânica.

Mas, claro, a qualidade do seu trabalho, atendimento e vontade de a cada dia estar melhor e mais preparado para satisfazer as necessidades dos seus clientes contam e muito! Não basta apenas um diploma para alcançar o sucesso, ele vem com muito trabalho.

“Graças à minha formação de mecânico profissional na Escola Park Tool recebo elogios de muitas pessoas e também convites para participar de eventos e provas de MTB. Fui o primeiro ganhador do selo de qualidade, e isso é muito gratificante. O conhecimento que adquiri nos cursos me ajudou muito a alavancar o número de clientes e de serviços que presto em minha loja. Hoje eu atendo ciclistas não somente da minha cidade, mas também de várias cidades vizinhas”, comemora ele.

A busca pela capacitação profissional

Foi em 2017 que Vinicius buscou se capacitar e entrar no segmento de mecânica de bicicletas. Ele chegou como aluno e saiu como mecânico profissional. “Fui fazendo aos poucos, conforme conseguia uma data para ir até São Paulo. A capacitação profissional mudou muito meu jeito de trabalhar e de entender todo esse mundo da bike. Passei a me preocupar mais com a qualidade do serviço que é prestado e das informações que passo para meus clientes”, complementa o hexacampeão do ranking do Selo de Qualidade.

 

E você, já pensou em investir em si próprio e ter o seu negócio? Faça como Vinicius e dê este passo em busca da capacitação profissional, muitas vezes uma mudança de vida pode acontecer mais rápido do que você imagina.

Manutenção de bicicleta de performance X bike urbana: existe diferença na hora da escolha do mecânico?

 

 

Que a manutenção de bicicleta é importante para que ela continue rodando por mais tempo sem interferir no seu lazer ou desempenho, isso não é novidade. Ela é essencial para prevenir problemas durante as pedaladas e também para corrigi-los. Mas, existe diferença no cuidado entre uma bike urbana e uma de performance? Definitivamente, não!

Não importa qual seja o modelo da sua bike, se você pedala por lazer, mobilidade ou é um atleta que pedala em busca de resultados. A preocupação e cuidado com a sua bicicleta devem ser os mesmos, independentemente do valor que investiu nela e o tipo de uso que faz.

Ou seja, você precisa é procurar um mecânico profissional capacitado, atualizado, que entenda realmente do assunto e das particularidades do seu modelo, para realizar os ajustes e a manutenção necessários, sem te enganar.

Manutenção de bicicleta: o que procurar num mecânico?

Formação técnica, habilidade, bom entendimento dos manuais, bom atendimento e dedicação: estes requisitos são fundamentais em um mecânico profissional, para que ele seja capaz de realizar os ajustes necessários em sua bicicleta. O conjunto de todos esses fatores formam um profissional apto para te atender da melhor forma, seja qual for a sua bicicleta e sua pretensão de uso.

Hoje, vale lembrar, não existe mais espaço para a famosa “gambiarra”. Nem ela nem apenas a experiência profissional. A capacitação profissional se faz necessária e é através dela que um mecânico irá prestar um serviço de qualidade, já que terá acesso a conteúdos teóricos, práticos e exclusivos das principais marcas e modelos de bikes, assim como componentes. E isso faz toda a diferença!

Cada marca e modelo tem sua particularidade, necessitando uma mão de obra especializada e qualificada para não causar danos neste que é o maior bem do ciclista. Mas, na prática, que diferença faz alguém que tenha qualificação e que conheça todos os detalhes e segredos da mecânica de bicicletas?

PROCURE UM MECÂNICO CAPACITADO E ESPECIALIZADO NAS PRINCIPAIS MARCAS

A atleta olímpica Raiza Goulão, um dos principais nomes do mountain bike brasileiro, diz que já passou por algumas dificuldades com isso – como qualquer ciclista, né?! Hoje, entende perfeitamente o que um especialista em mecânica de bicicletas pode fazer por ela.

“Quem pedala precisa ter o equipamento impecável, em ótimas condições. Quando você tem um mecânico de confiança, que está sempre atualizado e investindo em cursos, facilita demais. Entro nas provas só pensando em pedalar e nada mais”, diz a atleta.

Mas isso, como comentado antes, independe se você é atleta profissional, amador ou um ciclista que pedala por lazer ou por locomoção.

Depois de passar por maus mecânicos, que segundo ele “forçavam a situação e inventavam problemas para o cliente gastar mais”, Willian Cruz, editor do site Vá de Bike – que usa a bicicleta como principal meio de transporte na cidade de São Paulo – tem clara a importância de deixar a bike em um profissional de confiança.

“O bom mecânico é aquele que tem um conhecimento técnico profundo, mas que também se esforça em conhecer a realidade de uso do cliente para sugerir mudanças de configuração da bicicleta. Às vezes, um pneu diferente, um câmbio de outro tipo ou até uma mesa mais alta fazem bastante diferença”, diz Willian.

Para você que já se conscientizou dessa necessidade e da importância de ter um profissional capacitado para realizar a manutenção de bicicleta, a Escola Park Tool possui parceria com as principais marcas de componentes, oferecendo ao ciclista a segurança do melhor atendimento e manutenção, com mecânicos especializados em: Fox, Magura, Manitou, Rock Shox, Suntour e X-Fusion.

Não deixe que a falta de conhecimento prejudique a sua bike e o seu pedal, busque sempre alguém de confiança e qualificado para realizar a sua manutenção.