Cinco motivos para fazer os cursos da Escola Park Tool

Em 2016, o mercado de bicicletas é um dos segmentos que seguem em crescimento no Brasil. Segundo dados da Abraciclo*, existem cerca de 300 mil bikes circulando com frequência em São Paulo-SP.

Cresce o mercado, abrem-se novas oportunidades de negócio. Então, por que não ter o diferencial da qualificação e da capacitação? Oferecer o melhor serviço com um excelente atendimento. Nesse caso, a dica é procurar a Escola Park Tool. Entenda o porquê em apenas 5 motivos:

1. Pioneirismo: a Escola Park Tool é a primeira instituição especializada na formação e capacitação de mecânicos de bicicleta no Brasil. E mais: hoje já passam mais de 2.000 alunos formados. Incrível, não é mesmo?

2. Certificação mundial: concluir um curso da Escola Park Tool garante reconhecimento internacional ao aluno. O formando terá em mãos um certificado que vale em todos os países do mundo. Que tal abrir uma oficina na Austrália? Com a Escola Park Tool é possível. Veja o exemplo de Rodrigo Notaro.

3. Multidisciplinaridade: tem curso para ciclista Amador, para quem quer ter autossuficiência na trilha ou ciclovia e aprender a fazer consertos básicos e ajustes emergenciais na bike. Tem também para quem quer ser Profissional (módulos Básico, Intermediário e Avançado) e quer se especializar. Nesse caso, serão abordados os assuntos mais específicos como Sistema Eletrônico Di2 da Shimano, suspensão, freio hidráulico, relação e cubo de marcha interna ou montagem de rodas. Os professores extremamente capacitados da Escola Park Tool buscam passar todo conhecimento aos alunos da maneira mais prática e simples possível. Todos os temas num só lugar.

LEIA MAIS: Capacitação – o diferencial para a sua oficina de bike

4. Atualização: de que adianta ser a primeira escola de mecânicos do Brasil se não buscar atualização? Pensando nisso, a Escola Park Tool sempre busca novas parcerias que vão oferecer o melhor conteúdo nas aulas teóricas e materiais de alta qualidade nas aulas práticas. Entre os parceiros da instituição estão SR Suntour, Isapa e Muc-Off.

5.Confiança: já são mais de 2.000 alunos formados. A grande maioria daqueles que concluíram o curso de mecânico profissional está empregada em uma oficina, loja ou abriu um próprio negócio. Um investimento de capital e tempo (cerca de 66 horas de conteúdo) com retorno garantido para o aluno. Não acredita? Então, veja os cases de sucesso.

Esses são apenas cinco motivos dos vários que a gente poderia dar. Agora já sabe: conhecimento, experiência, segurança e reconhecimento é com a Escola Park Tool.

* Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares

Aprenda a consertar a corrente da bicicleta em poucos passos

A Escola Park Tool orgulhosamente apresenta a nossa mais nova parceria, desta vez com a Revista Ride Bike: uma série de vídeos para manutenção básica preventiva e emergencial para quem pedala.

O primeiro da série fala sobre como usar as ferramentas certas para emendar a corrente da bicicleta da maneira correta. É só apertar o play!

Curta a nossa página no Facebook e fique por dentro nas próximas novidades.

Escola Park Tool oferece serviço de consultoria exclusivo aos alunos em 2016

A Escola Park Tool começa 2016 já com novidades. Após a confirmação da abertura de novas turmas no início desse ano, a instituição que é pioneira em cursos de capacitação e formação profissional de mecânico de bicicletas confirmou que vai disponibilizar o serviço de consultoria em arquitetura e design gráfico totalmente exclusivo aos alunos matriculados na escola.

O objetivo é oferecer aos estudantes mais um tipo de conhecimento, que será muito útil na principalmente para aqueles que decidirem montar sua própria oficina. O profissional que prestará a consultoria é Bruno Uehara, 28 anos. Formado em arquitetura pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo pela Universidade de São Paulo (FAU/USP), Bruno é um verdadeiro apaixonado por bicicletas.

“Em toda minha vida, sempre mexi nas minhas bicicletas com as minhas próprias mãos. Buscava autonomia para não depender de mecânico. Eu mesmo consertava e quando parava pra fazer isso ficava horas e horas. Era curioso, pois eu esquecia até de almoçar e beber água”, conta Bruno.

Formação internacional

Bruno Uehara chegou a estagiar em empresas no segmento e trabalhou com design gráfico antes de viajar aos Estados Unidos fazer uma especialização no desenvolvimento de quadros de bicicleta. Foi a primeira maneira que encontrou de unir sua profissão com a sua paixão.

“Fui para o Colorado para fazer um curso que se chama Frame Building. É voltado para a construção de quadros de bicicleta sob medida. Foram duas semanas intensas com aulas todos os dias. Meu professor foi Koichi Yamaguchi, natural do Japão, que desenvolveu as bicicletas da equipe olímpica de ciclismo dos Estados Unidos, em 1989, além de ter construído mais de 5.000 quadros de Keirin para a marca japonesa 3Rensho”, comenta.

LEIA MAIS: Formado em 5 cursos, aluno da Escola Park Tool faz carreira de mecânico na Austrália
LEIA MAIS: Capacitação – o diferencial para a sua oficina de bike

Retorno ao Brasil

Com sua segunda formação, Bruno voltou para o Brasil onde fez o curso de Formação Profissional da Escola Park Tool. Depois de uma conversa com Henrique Zompero, fundador da Escola Park Tool no Brasil, o arquiteto e designer recebeu o convite para trabalhar nesse novo projeto de consultoria da instituição.

“Acredito que a consultoria pode melhorar muito o desempenho da loja. Normalmente, as pessoas não tem noção de planta, fluxo econômico, mobiliário, distribuição de ferramentas. Terei a oportunidade de passar tudo isso. Meu conhecimento aliado ao conhecimento do Henrique vai dar um retorno acima do esperado” completa Bruno.

E tem mais por aí…

Especialista em oferecer conhecimento e toda parte teórica, a Escola Park Tool lançará em breve um novo serviço que promete reforçar a parte prática dos alunos. Quer saber mais? Curta a nossa página no Facebook e fique por dentro nas próximas novidades.